13 research outputs found

    ENVELHECIMENTO, TECNOLOGIAS E JUVENTUDE: CAMINHOS PERCORRIDOS POR ALUNOS DE CURSOS DE INFORM√ĀTICA E SEUS AV√ďS

    Get PDF
    Este artigo traz resultados de pesquisa realizada com alunos dos cursos de Tecnologia em Sistemas de Informa√ß√£o, Tecnologias em An√°lise e Desenvolvimento de Sistemas e T√©cnico Integrado em Inform√°tica. Analisou-se o processo de envelhecimento da popula√ß√£o brasileira e o acesso das pessoas da Terceira Idade √†s tecnologias, tendo como par√Ęmetro a rela√ß√£o de jovens alunos de cursos de n√≠vel m√©dio e superior na √°rea de inform√°tica com a pessoa idosa, membro da fam√≠lia deste aluno. Para tanto desenvolveu-se uma pesquisa quali-quantitativa. Debateu-se sobre o papel social de uma escola que oferta cursos na √°rea de inform√°tica contribuindo para a inser√ß√£o da pessoa idosa em uma sociedade tecnologizada. Verificou-se que os jovens alunos de cursos na √°rea de inform√°tica socializam com as pessoas idosas de sua fam√≠lia os conhecimentos adquiridos nos cursos que frequentam facilitando a dif√≠cil rela√ß√£o que se d√° entre a pessoa idosa e a tecnologia. Concluiu-se que os idosos buscam sua inser√ß√£o na sociedade tecnol√≥gica e a fam√≠lia exerce papel importante nesta inser√ß√£o

    O PIBID E A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE CIÊNCIAS: LIMITES E POSSIBILIDADES

    Get PDF
    Este artigo aborda as pol√≠ticas educacionais para a forma√ß√£o de professores no Brasil especificamente da d√©cada de 1990, verificando a propositura dessas pol√≠ticas. Dentre estas, analisou-se as implica√ß√Ķes do Programa Institucional de Bolsa de Inicia√ß√£o √† Doc√™ncia (Pibid) que intenciona valorizar, melhorar e incentivar o magist√©rio e possibilitar experi√™ncias inovadoras. Para tanto, realizou-se um estudo qualitativo, com base em documentos oficiais, revis√£o bibliogr√°fica e o aporte te√≥rico de Dourado (2002); Shiroma et. al. (2011); FREITAS, H. (2002, 2007); Carvalho e Gil-P√©rez (2001, 2011) e, an√°lise de question√°rios aplicados a bolsistas do Pibid de um Instituto Federal. Verificou-se que as pol√≠ticas p√ļblicas s√£o pensadas com interesses hegem√īnicos, diretrizes √ļnicas a serem seguidas em diferentes contextos, mantendo a perpetua√ß√£o de um sistema capital global que perpetuam a forma√ß√£o de professores no Brasil num processo de mudan√ßas e descontinuidade. O Pibid amplia o espa√ßo fora das salas de aulas; promove a conviv√™ncia escolar desde o in√≠cio da gradua√ß√£o; propicia o rompimento com a vis√£o simplista sobre o ensino; concebe a doc√™ncia como espa√ßo de cria√ß√£o, pesquisa e extens√£o e; desperta para a import√Ęncia da forma√ß√£o docente em n√≠vel superior em institui√ß√Ķes preparadas, em condi√ß√Ķes adequadas, com reconhecimento de seu trabalho tanto na perspectiva acad√™mica, social e financeira, quanto na valoriza√ß√£o do magist√©rio e da pessoa do professor. No entanto, verificou-se a necessidade do dom√≠nio de conte√ļdo espec√≠fico pelos licenciandos e do conhecimento do plano de aula para elabora√ß√£o, aplica√ß√£o e a avalia√ß√£o do processo de ensino e de aprendizagem

    O PIBID NO BOJO DAS POL√ćTICAS EDUCACIONAIS DE FORMA√á√ÉO DE PROFESSORES

    Get PDF
    Este trabalho aborda as pol√≠ticas educacionais para a forma√ß√£o de professores no Brasil desde o finaldo s√©culo XX, mais precisamente na d√©cada de 1990, verificando a propositura para a forma√ß√£o de professores.Em especial, analisam-se as implica√ß√Ķes do Programa Institucional de Bolsa de Inicia√ß√£o √† Doc√™ncia (PIBID) paraa forma√ß√£o docente. Para tanto, realizou-se revis√£o bibliogr√°fica e an√°lise de legisla√ß√Ķes como a Constitui√ß√£o daRep√ļblica Federativa do Brasil; LDB n¬ļ 9.394/1996; Lei n¬ļ 10.172/2001; Plano de Desenvolvimento da Educa√ß√£o(PDE)/2007; Decreto n¬ļ Lei 6.094/2007; Plano de A√ß√Ķes Articuladas/2007 e o PIBID bem como o aporte te√≥ricode Freitas (2002); Imbern√≥n (2004); Saviani (2008, 2009, 2010) e Sheibe (2002). Verificou-se que as leis que regulamentama forma√ß√£o de professores no Brasil constituem processos de mudan√ßas e descontinuidade, o PIBID√© compreendido pelas pol√≠ticas p√ļblicas como forma de valoriza√ß√£o docente e iniciativa para a forma√ß√£o inicial econtinuada, por√©m, a an√°lise cr√≠tica √© imprescind√≠vel √† qualidade das a√ß√Ķes, principalmente das a√ß√Ķes educativas.Sendo assim, √© importante uma avalia√ß√£o atenta do PIBID e sua articula√ß√£o com a valoriza√ß√£o dos profissionais daeduca√ß√£o e proposi√ß√£o de novos rumos para a Educa√ß√£o B√°sica.Palavras-chave: PIBID. Pol√≠ticas Educacionais. Forma√ß√£o de Professores. PNE.¬†THE PIBID WITHIN THE SCOPE OF EDUCATIONAL POLICIES ON TEACHERTRAININGAbstract: This paper discusses the educational policies for teacher training in Brazil since the late twentiethcentury, more precisely in the 1990s,analysing for the training of teachers. We analyze, in particular, the implicationsof the Institutional Program of Teaching Initiation Scholarship (Pibid) for teacher training. To do this, we performeda literature review and analysis of laws such as the Constitution of the Federative Republic of Brazil; LDB (BrazilianEducation Basic Tenets Law) 9.394/1996; Law 10.172/2001; Education Development Plan (PDE)/2007; Decree-law6.094/2007; Articulated Actions Plan/2007 and Pibid, as well as the theoretical bases of Freitas (2002); Imbern√≥n(2004); Saviani (2008, 2009, 2010) e Sheibe (2002). It was found that the laws regulating the training of teachers inBrazil express processes of change and discontinuity, the Pibid is an public policy understood as a way of teacherappreciation and initiative for an education inicial and continuing; however, critical analysis is essential to the qualityof actions, mainly the educational actions. Therefore, it is important to assess carefully the Pibid as a whole and itsarticulation with the enhancement of the educational professionals, and propose new directions for basic education.Keywords: Pibid. Educational policies. Teacher training. PNE.¬†EL PIBID EN EL CENTRO DE LAS POL√ćTICAS EDUCACIONALES DE LA FORMACI√ďNDE LOS PROFESORESResumen: Este trabajo aborda las pol√≠ticas educacionales que contribuyen a la formaci√≥n de los profesores enBrasil desde el final del siglo XX, m√°s precisamente en la d√©cada de 1990, investigando la proposici√≥n en relaci√≥n ala formaci√≥n de profesores. En particular, se analiza las implicaciones del Programa Institucional de Beca a la Iniciaci√≥nde la Docencia (PIBID) en la formaci√≥n docente. Para tanto, se realiz√≥ una revisi√≥n bibliogr√°fica y se ha hechoun an√°lisis de leyes como: la Constituci√≥n de la Rep√ļblica Federativa de Brasil; LDB 9.394/1996; Ley 10.172/2001;Plan de Desarrollo de la Educaci√≥n (PDE)/2007; Decreto Ley 6.094/2007; Plan de Acciones Articuladas/2007 y elPIBID, habiendo tenido como contribuci√≥n te√≥rica: Freitas (2002); Imbern√≥n (2004); Saviani (2008, 2009, 2010) ySheibe (2002). Se ha comprobado que las leyes que regulan la formaci√≥n de los profesores en Brasil constituyenprocesos de cambios sin continuidad, el PIBID es comprendido por las pol√≠ticas p√ļblicas como una manera devalorizaci√≥n docente y tambi√©n una iniciativa para la formaci√≥n inicial y contin√ļa, sin embargo, un an√°lisis cr√≠ticoes imprescindible a la cualidad de las acciones, principalmente las acciones educativas. As√≠ siendo, es importanteuna evaluaci√≥n muy atenta del PIBID en su totalidad, especialmente su articulaci√≥n respecto a la valorizaci√≥n delos profesionales de la educaci√≥n as√≠ como su proposici√≥n en la direcci√≥n de los nuevos rumbos a la Educaci√≥nB√°sica (en Brasil).Palabras clave: PIBID. Pol√≠ticas Educacionales. Formaci√≥n de los Profesores. PN

    A relação professor-aluno no processo ensino - aprendizagem em física e matemática em um curso profissionalizante da educação de jovens e adultos - PROEJA

    Get PDF
    Este artigo tem por objetivo apresentar a an√°lise dos relatos de experi√™ncia de uma aluna da educa√ß√£o de jovens e adultos (EJA) em uma institui√ß√£o de ensino m√©dio profissionalizante. As an√°lises tiveram como foco as quest√Ķes ligadas ao contexto escolar, as disciplinas que foram citadas pela aluna pesquisada, bem como a rela√ß√£o professor-aluno. Analisou-se ainda, prioritariamente, as respostas dadas em rela√ß√£o as disciplinas de F√≠sica e de Matem√°tica. A metodologia seguida foi o estudo de caso e o instrumento para coleta de dados em um primeiro momento foi um question√°rio semiestruturado e no segundo momento utilizou-se a entrevista presencial. Os resultados ajudaram a mapear o papel da EJA na emancipa√ß√£o dos sujeitos. Conclui-se que houve um resgate social da aluna pesquisada que gerou oportunidade na vida social e o exerc√≠cio do direito pelas leis que regem a EJA no Brasil.This article aims to present the analysis of the experience reports of a student from of youth and adult education (EJA) in a vocational secondary education institution. The analysis focused on the issues related to the school context that is, the disciplines that were cited by the studied student, as well as the teacher-student relationship. We also analyzed, primarily, the answers given in relation to the subjects of Physics and Mathematics. The methodology used was the case study and the instruments for data collection were a semi-structured questionnaire and oral interview, in person. The results obtained helped us to map the role of EJA in the emancipation of the subjects.   It was concluded that there was a social rescue of the researched student that generated opportunity in social life and the exercise of the right by the laws that governing EJA in Brazil

    Educação de jovens e adultos, matemática e ensino remoto

    Get PDF
    A educa√ß√£o de jovens e adultos (EJA) √© uma modalidade de ensino que traz consigo hist√≥rias e lutas de educandos repletas de detalhes, anseios, apreens√Ķes, esperan√ßas. Estas hist√≥rias e lutas, em 2020, foram entrecortadas por uma pandemia que acrescentou aos educandos outras preocupa√ß√Ķes. Este artigo retrata este debate e salienta como o processo ensino-aprendizagem na EJA se efetivou no Brasil em meio aos desafios postos para aulas n√£o presenciais. Apresenta-se aqui um recorte de uma pesquisa desenvolvida em cinco munic√≠pios no estado de Goi√°s no ano de 2020. No caso refere-se ao acompanhamento de uma educanda EJA em uma escola p√ļblica federal, no munic√≠pio de Jata√≠-GO. O acompanhamento realizou-se na disciplina de Matem√°tica, iniciou-se com entrevista presencial, no m√™s de fevereiro, antes do in√≠cio da pandemia. Com a suspens√£o das atividades presenciais na escola, a pesquisa foi redimensionada e, al√©m do acompanhamento da educanda na disciplina, optou-se por verificar tamb√©m as dificuldades referentes ao ensino remoto. Desenvolveu-se pesquisa qualitativa. A coleta de dados se deu por meio de um question√°rio com perguntas estruturadas e entrevistas com perguntas semiestruturadas, em um primeiro momento presencial e depois por celular. Todas as entrevistas foram gravadas e depois transcritas. Observou-se que as dificuldades dos educandos em Matem√°tica foram potencializadas pelo ensino remoto. Verificou-se que na escola pesquisada os alunos tiveram aux√≠lio financeiro para subsidiar o acesso √† internet e empr√©stimo de equipamentos para o uso e acesso √†s aulas remotas, o que foi fundamental para a aprendizagem da educanda pesquisada

    A educação na lógica capitalista e a construção do senso crítico matemático

    Get PDF
    ¬†ResumoO capitalismo se desenvolveu no decorrer dos s√©culos XIX e XX tendo como conseq√ľ√™ncia uma grande quantidade de capital concentrado, a mundializa√ß√£o econ√īmica e a transforma√ß√£o de um grande n√ļmero de pessoas em trabalhadores e assalariados. No contexto do Sistema Capitalista de produ√ß√£o, o desenvolvimento tecnol√≥gico acontece r√°pido, com aprimoramento e inova√ß√£o constante. Neste cen√°rio a educa√ß√£o precisa ser socialmente entendida como uma atividade determinada pela l√≥gica do capital e pelas rela√ß√Ķes da sociedade em que a escola est√° inserida. Sob este prisma a educa√ß√£o acompanha a racionalidade da necessidade de acumula√ß√£o de capital. Diante desta realidade este trabalho apresenta reflex√Ķes sobre como a educa√ß√£o acontece, a quem est√° servindo e como ela se encaixa nas rela√ß√Ķes presentes no sistema capitalista de produ√ß√£o. Busca ainda compreender a fun√ß√£o da Educa√ß√£o Matem√°tica e suas poss√≠veis contribui√ß√Ķes para a forma√ß√£o da cidadania por meio do ensino que tenha por objetivo a forma√ß√£o cr√≠tica que contribua para que conhecimento matem√°tico possa servir ao cidad√£o possibilitando-lhe a capacidade para participar dos debates coletivos nos diversos campos indo desde as quest√Ķes salariais e de trabalho at√© a luta por garantias de direitos sociais reconhecidos ou n√£o.Palavras-chave: Sistema Capitalista. Ci√™ncia e Tecnologia. Educa√ß√£o Matem√°tica.¬†Abstract Capitalism developed in the course of the nineteenth and twentieth centuries, resulting in a large amount of concentrated capital, economic globalization and the transformation of large numbers of people into workers and wage earners. In the context of the Capitalist System of production, the technological development happens fast, with improvement and constant innovation. In this scenario education needs to be socially understood as an activity determined by the logic of capital and by the relationships of the society in which the school is inserted. From this perspective education accompanies the rationality of the need for capital accumulation. Faced with this reality, this work presents reflections on how education happens, who it is serving and how it fits into the relations present in the capitalist system of production. It also seeks to understand the role of Mathematics Education and its possible contributions to the formation of citizenship through teaching that aims at critical training that contributes to that mathematical knowledge can serve the citizen by enabling him the ability to participate in collective debates in the various Fields ranging from wage and labor issues to the fight for guarantees of social rights recognized or not.Keywords: Capitalist System. Science and technology. Mathematical Education

    Desafios e supera√ß√Ķes de um programa de p√≥s-gradua√ß√£o ao ser implantado

    Get PDF
    O presente artigo traz reflex√Ķes sobre o Programa de P√≥s-Gradua√ß√£o em Educa√ß√£o para Ci√™ncias e Matem√°tica (PPGECM), do Instituto Federal de Educa√ß√£o, Ci√™ncia e Tecnologia de Goi√°s (IFG). Realizou-se, para tanto, pesquisa bibliogr√°fica. Relatam-se elementos fundantes do programa, bem como desafios enfrentados ao longo dos dez primeiros anos de funcionamento, al√©m de aspectos que se constitu√≠ram nas narrativas realizadas nos relat√≥rios postados na Plataforma Sucupira. Verificou-se que o programa, iniciado em 2012, ao longo da primeira d√©cada de funcionamento, superou dificuldades relacionadas √† matriz curricular e √†s disciplinas e, tamb√©m, desenvolveu produtos educacionais de acordo com as diretrizes da √°rea. Percebeu-se que as arestas foram aparadas, nova matriz curricular definida, novo conceito na avalia√ß√£o quadrienal, possibilitando a submiss√£o e aprova√ß√£o do curso de Doutorado Profissional

    A educação ambiental no contexto da evolução da ciência, tecnologia e sociedade

    No full text
    A sociedade contempor√Ęnea se defronta com a problem√°tica ambiental que ocorre em um sistema econ√īmico baseado na explora√ß√£o de recursos naturais. Neste contexto este artigo teve como objetivo inicial expor uma breve revis√£o do cen√°rio econ√īmico e social nos quais evoluem a ci√™ncia e a tecnologia. A preocupa√ß√£o com os rumos desta evolu√ß√£o no √Ęmbito das quest√Ķes ambientais faz surgir em alguns pa√≠ses a partir de 1970 o movimento CTS e a institui√ß√£o da educa√ß√£o ambiental. No segundo momento √© apresentada uma an√°lise que enfoca os impactos ambientais decorrentes da rela√ß√£o entre a produ√ß√£o, o consumo e o descarte de res√≠duos, situa√ß√£o insustent√°vel que leva ao consenso sobre o perigo √† vida planet√°ria. A educa√ß√£o por sua vez reproduz e projeta a sociedade pretendida, √© o pilar para a transforma√ß√£o, e se efetiva por meio do desenvolvimento cr√≠tico e reflexivo. Assim o artigo em sua parte final trata da busca por caminhos para uma educa√ß√£o ambiental transformadora junto ao desenvolvimento cient√≠fico e tecnol√≥gico, ao fazer da ci√™ncia e a responsabilidade ambiental com base no di√°logo, exerc√≠cio da cidadania, supera√ß√£o da economia de explora√ß√£o e a compreens√£o do mundo e da vida com vistas √† sua complexidade
    corecore