770 research outputs found

    Oportunidades de financiamento: fontes e experiências

    Get PDF
    [Excerto] Neste texto, procurarei dar conta de dois tópicos. Por um lado, assinalarei várias fontes de financiamento e programas com os quais tenho vindo a trabalhar. Por outro lado, irei abordar alguns exemplos de percursos, procedimentos e resultados em candidaturas nas quais estive diretamente envolvida

    As Oportunidades de Financiamento na Economia Social - Estudo de Caso às Entidades do Distrito da Guarda

    Get PDF
    A Economia Social pertence ao terceiro setor e tem vindo a ganhar relevo, principalmente, nas sociedades desenvolvidas, como √© o caso da Europa, contudo, √© ainda complexa a sua defini√ß√£o. A Economia Social visa colmatar algumas lacunas da pr√≥pria sociedade civil, √†s quais o Estado n√£o consegue eliminar e o Mercado n√£o se interessa por colmatar, permitindo assim responder √†s necessidades a n√≠vel social e cultural, cria√ß√£o de emprego para os residentes e contribui√ß√£o para a economia nacional e local. O presente projeto prop√īs-se investigar o conhecimento das oportunidades de financiamento na Economia Social, por parte das entidades do distrito da Guarda. Para alcan√ßar este objetivo foi aplicado um question√°rio a algumas entidades da Economia Social do distrito da Guarda para melhor perceber quais as suas fontes de financiamento e qual o conhecimento que t√™m das mesmas. Com as respostas obtidas da amostra estudada, nota-se que a maioria das entidades s√£o Associa√ß√Ķes de Solidariedade Social e grande parte destas opera na √°rea da Terceira Idade. Contudo, existem algumas que atuam em simult√Ęneo nas √°reas Terceira Idade e Inf√Ęncia e Juventude. Provou-se que o conhecimento sobre as oportunidades de financiamento da Economia Social por parte das entidades, precisa de ser aperfei√ßoado. Verificou-se que 65% das entidades referem ter uma razo√°vel sustentabilidade na sua Organiza√ß√£o, mas poucas entidades investem em novas oportunidades de Financiamento. A sustentabilidade insere-se nos m√©todos tradicionais, como receitas pr√≥prias adquiridas provenientes dos utentes e protocolos com a Seguran√ßa Social. Poucas entidades contam com protocolos dos Munic√≠pios Locais

    Plano de Acção - Castelo Branco Agenda XXI

    Get PDF
    Considerando que √© importante mobilizar os agentes locais para um caminho que deve ser comum, formataram-se v√°rios momentos de reuni√£o e discuss√£o para, em conjunto, verter para "Castelo Branco Agenda XXI" um Plano de Ac√ß√£o com medidas que unam e co-responsabilizem todas as entidades neste processo de crescimento, sob o padr√£o inovador que o car√°ter pr√°tico e planeado de uma Agenda Local imp√Ķe. As reuni√Ķes sectoriais e de proximidade que foram promovidas e o per√≠odo de consulta do Diagn√≥stico para a Sustentabilidade do concelho, possibilitaram identificar os caminhos da Sustentabilidade de Castelo Branco, que s√£o apresentados neste relat√≥rio.info:eu-repo/semantics/publishedVersio

    Governo Electr√≥nico Local: Ac√ß√£o Colectiva e Pol√≠ticas P√ļblicas dos Munic√≠pios do Distrito de √Čvora (Portugal)

    Get PDF
    This communication focuses on explaining the logic of collective action developed by municipalities in the district of √Čvora in the field of Local e-Government. Taking the backdrop of the axes of the sociology of action, we questioned the dynamic processes of public policies in the area of e-government site in the District of √Čvora. Through a prospective methodology (La Prospective) complemented with the use of techniques of social network analysis, we made explicit the system of e-government site (e-Local Government) in the District of √Čvora, we analysed the strategy of actors, and we anticipated possible futures for the Local e-Government. The main findings suggest that: a) the structures of collective action identified are producing order, in a way incompatible with the game of mere structural configuration pre-existing digital development of the region, b) the dependency relationships and influence and trend scenario results of a commitment to change on the part of key actors anchored in a bifurcation of its rationality that opposes the utilitarian logic of Local e-Government and subjective rationality of the actors c) citizen participation through new technologies (e-Participation) is a challenge discursively assumed by the actors, but they have no match for concrete and effective strategic actions in terms of public policy

    GEST√ÉO DE POLOS E POL√ćTICAS DE FINANCIAMENTO: DESAFIOS E OPORTUNIDADES NA √ĀREA FINANCEIRA

    Get PDF
    Esta pesquisa visa diagnosticar oportunidades de financiamento na perspectiva da gest√£o de polos no sistema Universidade Aberta do Brasil, onde se desdobrou em apresentar o atual modelo de financiamento no pa√≠s, identificar possibilidades de financiamento e quais s√£o poss√≠veis de serem adotadas. O estudo utilizou-se de pesquisa documental para mapear a estrutura atual de financiamento e levantar duas alternativas de capta√ß√£o monet√°ria: a parceria p√ļblico-privada e doa√ß√Ķes com respectiva dedu√ß√£o de imposto. A primeira mostrou-se como uma hip√≥tese refutada, uma vez que a lei que regula esta modalidade elenca uma s√©rie de requisitos n√£o condizentes com a realidade de um polo de educa√ß√£o a dist√Ęncia, como o valor m√≠nimo das obras e o objeto da parceria. Com uma alternativa descartada, conclui-se pela viabilidade de nova fonte de financiamento: a entrada de recursos atrav√©s de doa√ß√Ķes. Esta provou-se vi√°vel, pois a lei regulamenta explicitamente a educa√ß√£o como uma das √°reas receptoras de doa√ß√Ķes que contam com abatimento de imposto de renda. Por√©m, o apelo aos poss√≠veis doadores n√£o se restringe apenas ao aspecto financeiro, uma vez que muitos empres√°rios desejam participar de programas socioeducativos. Portanto, o artigo apresentou nova possibilidade de supera√ß√£o dos desafios financeiros encontrados pelos gestores de polos

    Gestão da informação científica e repositórios: o caso da Biblioteca Digital do IPB

    Get PDF
    Os reposit√≥rios institucionais s√£o estruturas de apoio √† investiga√ß√£o que promovem a integra√ß√£o, a partilha e o acesso aberto √† produ√ß√£o cient√≠fica realizada e produzida pela comunidade acad√©mica. S√£o ainda um garante para a preserva√ß√£o da mem√≥ria intelectual e da investiga√ß√£o aplicada de refer√™ncia. Os reposit√≥rios institucionais revestem-se de uma import√Ęncia cada vez maior para as institui√ß√Ķes enquanto produtoras de ci√™ncia e de conhecimento. Servem como plataformas gestoras de informa√ß√£o e contribuem para uma maior visibilidade da institui√ß√£o, dos autores e da pr√≥pria produ√ß√£o cient√≠fica. Acrescem ainda fatores organizacionais, como sejam o da preserva√ß√£o, integra√ß√£o e armazenamento da informa√ß√£o. Gra√ßas √† tecnologia digital os reposit√≥rios podem ser interoper√°veis com diversos sistemas. No caso da Biblioteca Digital do Instituto Polit√©cnico de Bragan√ßa, existe interoperabilidade com a plataforma de Avalia√ß√£o do Desempenho do Pessoal Docente

    Gestão do centro de investigação : promoção e organização de investigação interna

    Get PDF
    Abstract Clinical Research is the motor for the development of medicine, and Clinical Research from Investigator‚Äôs Initiative is an essential part of the process. However, the development of a clinical research project from an investigator initiative comes across different challenges in all its phases. One of these challenges is obtaining financing for the project, as well as the complexity in managing, implementing, and executing the financed projects. In the first part of this report, a brief description of three financing lines available in Portugal are presented: Funda√ß√£o para a Ci√™ncia e Tecnologia (FCT), Portugal 2020 (PT2020), and Horizon Europe. In the second part, the internship report describes the activities led in Hospital da Luz Learning Health, in the Investigator Initiated Clinical Research management team. This team aims to promote, support, and manage clinical research led by professionals from Luz Sa√ļde Group. The internship focused on the management of external funding, namely from the three financing lines described in the first part of the report. It was possible to accompany the submission of proposals, as well as all the phases of project management of clinical research projects with external funding.Resumo A Investiga√ß√£o Cl√≠nica √© o motor do desenvolvimento da medicina, e a Investiga√ß√£o Cl√≠nica da Iniciativa de Investigadores √© uma parte essencial neste processo. No entanto, o desenvolvimento de um projeto de investiga√ß√£o cl√≠nica da iniciativa do investigador depara-se com desafios em todas as suas fases. Um destes desafios prende-se com a capta√ß√£o de financiamento para a realiza√ß√£o do projeto, bem como com a complexidade da gest√£o, implementa√ß√£o e execu√ß√£o dos projetos financiados. Este relat√≥rio, na primeira parte, apresenta uma breve descri√ß√£o de tr√™s linhas de financiamento dispon√≠veis em Portugal: a Funda√ß√£o para a Ci√™ncia e Tecnologia (FCT), o Portugal 2020 (PT2020), e o Horizonte Europa. Na segunda parte, o relat√≥rio de est√°gio descreve as atividades desenvolvidas no Hospital da Luz Learning Health, na equipa de gest√£o da Investiga√ß√£o Cl√≠nica da Iniciativa do Investigador (ICII). Esta equipa tem como objetivo promover, dinamizar e desenvolver a investiga√ß√£o da iniciativa dos profissionais de sa√ļde do Grupo Luz Sa√ļde. O est√°gio focou se na gest√£o de projetos com financiamento externo, nomeadamente das tr√™s linhas descritas na primeira parte do mesmo. Foi poss√≠vel acompanhar a submiss√£o de candidaturas, bem como todas fases da gest√£o dos projetos com financiamento externo a decorrer
    • ‚Ķ
    corecore