2,676 research outputs found

    Legal framework and mining in Mariana - MG.

    Get PDF
    O artigo analisa as legisla??es que regulamentam a extra??o de min?rio de ferro em Mariana-MG, antes e depois do rompimento da barragem de rejeitos da empresa Samarco/Vale/BHP Billinton em 05 de novembro de 2015. A partir do direcionamento te?rico-metodol?gico marxista e das t?cnicas de pesquisa documental e de an?lise de conte?do, foram selecionados documentos de dom?nio p?blico, que consistiram em legisla??es e decretos federais, estaduais e municipais. A an?lise documental busca identificar qual a defini??o de minera??o ? preconizada nas legisla??es e quais s?o as regulamenta??es ambientais que disp?e ? atividade miner?ria.The article analyzes laws extraction iron ore in Mariana-MG, before and after rupture of tailings dam by Samarco/Vale/BHP Billinton on November 5, 2015. From marxist theoretical-methodological and techniques documentary research and content analysis, selected public documents, consisted federal, state and municipal laws. A documentary analysis identify definition mining and environmental regulations

    ESTADO DE ACIDENTE: Situa√ß√Ķes de trabalho na minera√ß√£o

    Get PDF
    Este artigo apresenta discuss√£o introdut√≥ria de pesquisa em desenvolvimento que objetiva estabelecer par√Ęmetros conceituais, baseados no di√°logo e na hip√≥tese do saber oper√°rio, para possibilitar a express√£o da pr√°xis ideolopol√≠tica na experi√™ncia de trabalho e, assim, questionar se h√° preven√ß√£o onde o risco √† integridade f√≠sica e mental existe, como no caso da minera√ß√£o, que, em parte, p√īde ser aferido por ocasi√£o da trag√©dia criminosa provocada pela mineradora Samarco, controlada pela Vale e BHP Billiton, em Mariana-MG, em 2015

    A cidade de Mariana pós-desastre: um relato etnográfico

    Get PDF
    Este relato etnogr√°fico √© resultado de uma incurs√£o etnogr√°fica na cidade de Mariana/MG, por ocasi√£o da trag√©dia ocorrida no final do ano de 2015. A visita ocorreu entre nos dias 10 e 11/06/2017, para atividade da disciplina de p√≥s-gradua√ß√£o ‚ÄúA dimens√£o cultural das pr√°ticas urbanas‚ÄĚ, ministrada pelo Prof. Dr. Jos√© Guilherme Cantor Magnani. O encontro estava marcado a 01h00 na pra√ßa da matriz da cidade de S√£o Sebasti√£o do Rio Verde/MG de onde partimos em dire√ß√£o √† cidade de Mariana/MG a 01h20..

    Mediatization, consumption and craft cultural practices.

    Get PDF
    Neste artigo, discutimos como as pr?ticas culturais artesanais de Mariana (MG) se constituem em di?logo com a midiatiza??o. Refletimos sobre como as mesclas com o midi?tico afetam as pr?ticas culturais artesanais a partir de Canclini (2010, 2015) e Certeau (2009). Metodologicamente, foram feitos o registro fotogr?fico das produ??es artesanais expostas em 13 lojas de artesanato de Mariana (MG) e entrevistas narrativas com 18 artes?s da cidade, entre 2016 e 2018. Realizou-se a an?lise interpretativa deste material. A partir disso, percebemos que as pr?ticas culturais artesanais se veem afetadas pelo midi?tico, de modo que evidenciam um tensionamento e uma reconfigura??o de suas formas tradicionais e suas possibilidades criativas no contexto atual.In this article, we discuss how the craft cultural practices of Mariana (MG) are constituted in dialogue with mediatization. We reflect on how the mixtures with the media affect the cultural practices with the contributions of Canclini (2010,2015) and Certeau (2009). Methodologically, we have taken photos of craft productions exhibited in 13 craft stores in Mariana (MG) and interviewed 18 artisans from the city between 2016 and 2018. The interpretative analysis of this material was carried out. From this, we realize that the cultural craft cultural practices are affected by the media, so that they show a tension and a reconfiguration of their traditional forms and their creative possibilities in the current context

    A RESPONSABILIDADE CIVIL AMBIENTAL DA SAMARCO DIANTE DO ROMPIMENTO DA BARRAGEM DE REJEITOS EM MARIANA/MG

    Get PDF
    Em 5 de Novembro de 2015, a cidade de Mariana/MG foi palco do maior desastre ambiental de todos os tempos no Brasil. A barragem de Fund√£o e de Santar√©m, no complexo miner√°rio de Germano, subdistrito de Bento Rodrigues em Mariana/MG, sob a responsabilidade da Samarco Mineradora S.A., rompeu-se e liberou mais de 60m¬≥ de rejeitos no meio ambiente, al√©m de ter devastado milhares de fam√≠lias que ali viviam. Por outro lado, a trag√©dia que devastou o distrito de Bento Rodrigues serviu para alertar a popula√ß√£o em geral, mas principalmente o Governo Federal, o Estado de Minas Gerais e o Munic√≠pio de Mariana/MG, sobre qu√£o relapsa √© a fiscaliza√ß√£o das empresas mineradoras e a observ√Ęncia das leis ambientais e suas responsabilidades civis. O presente artigo tem o objetivo de abrir uma discuss√£o acerca da responsabilidade civil ambiental da Samarco Mineradora S.A., uma vez que pertencia √† ela a barragem ora rompida. Conclui-se que houve neglig√™ncia por parte da Mineradora e do Estado, sendo necess√°rio que casos como este n√£o mais se repitam e n√£o caiam no esquecimento

    Sustentabilidade em quest√£o: Li√ß√Ķes acerca do Rompimento da Barragem em Mariana (MG, 2015)

    Get PDF
    Este texto √© resultado de uma confer√™ncia na I JUCONS ‚Äď Primeira Jornada Universit√°ria de Conflitos Socioambientais, no audit√≥rio do Pavilh√£o de Aulas Te√≥ricas da UFRRJ ‚Äď Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, campus Serop√©dica ‚Äď Rio de Janeiro, em 05 de novembro de 2018. A partir do olhar cr√≠tico da Geografia, o objetivo deste artigo √© apresentar li√ß√Ķes dos fatos conhecidos a respeito do ‚ÄúDesastre de Mariana‚ÄĚ (MG, 2015).This text is the result of a conference at the I JUCONS - First Conference of Socio-Environmental Conflicts, at the auditorium of the Pavilh√£o de Aulas Te√≥ricas of the UFRRJ ‚Äď Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Serop√©dica - Rio de Janeiro, on November 5, 2018. From the critical view of Geography, the objective of this article is to present lessons from the known facts about the ‚ÄúDisaster of Mariana‚ÄĚ (MG, 2015).Este texto es el resultado de una conferencia en la I JUCONS - Primera Jornada Universitaria de Conflictos Socioambientales, en el auditorio del Pavilh√£o de Aulas Te√≥ricas de la UFRRJ ‚Äď Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, campus Serop√©dica - R√≠o de Janeiro, el 5 de noviembre de 2018. A partir de la mirada cr√≠tica de la Geograf√≠a, el objetivo de este art√≠culo es presentar lecciones de los hechos conocidos acerca del ‚ÄúDesastre de Mariana‚ÄĚ (MG, 2015).Ce texte est le r√©sultat d'une conf√©rence tenue √† l'I JUCONS ‚Äď Premi√®re conf√©rence sur les conflits socio-environnementaux, √† l'auditorium du Pavilh√ßao de Aulas Te√≥ricas de l'UFRRJ ‚Äď Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, campus Serop√©dica - Rio de Janeiro, le 5 novembre 2018. Du point de vue critique de la g√©ographie, l'objectif de cet article est de pr√©senter les le√ßons tir√©es des faits connus sur la ‚ÄúCatastrophe de Mariana‚ÄĚ (MG, 2015

    As esta√ß√Ķes ferrovi√°rias de Mariana/MG: uma perspectiva onom√°stica

    Get PDF
    O presente artigo faz um recorte da topon√≠mia presente nas esta√ß√Ķes ferrovi√°rias em Mariana/MG, a fim de endossar a import√Ęncia da cultura e da hist√≥ria das pessoas que habitavam e transitavam nestes locais, desde a primeira metade do s√©culo XX. √Č com base em tal explica√ß√£o que ocorreu a escolha por nove top√īnimos do grupo de esta√ß√Ķes do Ramal Ponte Nova. Esses top√īnimos foram constitu√≠dos ao longo de d√©cadas e sofreram oblitera√ß√£o desde os anos 80, com a interrup√ß√£o dos servi√ßos ferrovi√°rios, h√° mais de 40 anos. A Topon√≠mia no Brasil, atualmente, √© uma disciplina cient√≠fica de investiga√ß√£o da origem dos nomes de lugares e da hist√≥ria social atinente a eles. Este estudo objetiva recuperar a origem hist√≥rica dos top√īnimos: Crasto, Dom Silv√©rio, Edgard Werneck, Floresta, Goiabeiras, Lavras Velhas, Mariana, Passagem de Mariana e Ribeir√£o do Carmo. A topon√≠mia registra as circunst√Ęncias das experi√™ncias de pessoas, experi√™ncias essas que representam a hist√≥ria e a cultura. Segundo Isquerdo (2012) os nomes pr√≥prios de lugares s√£o ressemantizados com o fim prec√≠puo de nomear um lugar. A nomea√ß√£o de lugares sempre foi, para al√©m de sua fun√ß√£o denominativa, significativa para as sociedades em todo o mundo. A topon√≠mia codifica a hist√≥ria, o lugar e a heran√ßa cultural, portanto, cada comunidade possui uma maneira sui-generis da realidade extralingu√≠stica, segundo Villalva (2014) incluindo ou excluindo a oralidade, registros discursivos mais ou menos prestigiados, ou diferentes delimita√ß√Ķes temporais. Segundo o modelo taxon√īmico proposto por Dick (1990) ser√° realizada uma an√°lise e classifica√ß√£o dos top√īnimos

    A trag√©dia de MARIANA (MG): aforiza√ß√Ķes, m√≠dias e argumenta√ß√£o

    Get PDF
    In situations of disaster or tragedy of major proportions, as it was the case of the disruption of the dam belonging to the mining company Samarco, in Mariana - MG, the voices of the victims ‚Äď people now dispossessed of all or almost all ‚Äď are highlighted, dividing media space with the speech of authorities and experts. Articulating this issue with the notion of aphorization proposed by Maingueneau (2012), our goal is to analyze the special section of the newspaper Estado de Minas (12/05/2015 ), entitled: ‚ÄúMariana voices: pain in the first person‚ÄĚ (‚ÄúVozes de Mariana: a dor em primeira pessoa‚ÄĚ), so as to find out how secondary aphrorizations (i.e. those that are detached from a text in the form of titles, intertitles and/or photo captions) related to the victims are (re)constructed by the newspaper. Articulating French Discourse Analysis with the contributions of Argumentative Semantics (see, for example, DUCROT 1987 , KOCH , 1992), we intend to grasp, in the examined aphorizations, linguistic ‚Äúmarks‚ÄĚ, such as vocabulary selection, modalizers, presupposition markers, among others, that allow us to reconstruct the feelings (‚Äúthe pain‚ÄĚ) manifested by these ‚Äúanonymous voices‚ÄĚ about the tragedy. We assume, therefore, the fundamental role that the media play in the construction of public opinion, to the extent that, by highlighting or silencing certain voices, they will (con)form images of the events and of the participating actors.Em situa√ß√Ķes de cat√°strofes ou trag√©dias de grandes propor√ß√Ķes, como foi o caso do rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Samarco, em Mariana - MG, as vozes das v√≠timas ‚Äď pessoas agora despossu√≠das de tudo ou de praticamente tudo ‚Äď ganham destaque, dividindo o espa√ßo midi√°tico com a fala das autoridades e dos especialistas. Articulando essa quest√£o com a no√ß√£o de aforiza√ß√£o, proposta por Maingueneau (2012), nosso objetivo √© analisar o caderno especial do jornal Estado de Minas (05/12/2015), intitulado: ‚ÄúVozes de Mariana: a dor em primeira pessoa‚ÄĚ para verificar como se constroem as aforiza√ß√Ķes secund√°rias (ou seja, aquelas que s√£o destacadas de um texto sob a forma de cita√ß√Ķes, t√≠tulos, intert√≠tulos e/ou legendas de foto), que t√™m como locutores/aforizadores as v√≠timas da referida trag√©dia. Para tanto, articularemos a An√°lise do Discurso francesa com contribui√ß√Ķes da Sem√Ęntica Argumentativa (ver, por exemplo, DUCROT, 1987; KOCH, 1992), de modo a apreender, nas aforiza√ß√Ķes examinadas, ‚Äúmarcas‚ÄĚ lingu√≠sticas, como a sele√ß√£o vocabular, os modalizadores, os marcadores de pressuposi√ß√£o, entre outras, que nos permitam reconstruir os sentimentos (a ‚Äúdor‚ÄĚ) manifestados por essas ‚Äúvozes an√īnimas‚ÄĚ diante da trag√©dia. Assumimos, assim, a influ√™ncia fundamental que as m√≠dias exercem na constru√ß√£o da opini√£o p√ļblica, na medida em que, ao destacar ou silenciar determinadas vozes, elas v√£o (con)formando imagens dos eventos noticiados e dos atores que deles participam

    A ATUAÇÃO ESTATAL PARA COM A RESPONSABILIZAÇÃO DAS MINERADORAS EM CASOS DE DESASTRES AMBIENTAIS NO BRASIL

    Get PDF
    This article performs analysis about the State action towards the mining companies accountability in cases of environmental disasters, with emphasis on environmental disaster events occurred in Mariana and Brumadinho, in the state of Minas Gerais. The present research has as specifics objectives the analysis of civil, criminal and administrative environmental responsibilities, the exposure of the environmental disasters occurred in Mariana/MG and Brumadinho/MG, the causes identified that caused the ruptures, the environmental responsibilities applied to the cases, the procedural measures taken after disasters, the international commitment assumed by Brazil. For this purpose, the descriptive bibliographic research is used, with deductive bias, through doctrines, legal articles, legislation, jurisprudence and international and national bodies documents. From that, it was concluded that the State was silent and acted with neglect regarding the execution of the mining companies accountability facing the environmental disasters occurred in Mariana/MG and Brumadinho/MG.O presente artigo realiza an√°lise sobre a atua√ß√£o Estatal para com a responsabiliza√ß√£o das mineradoras em casos de desastres ambientais, com √™nfase nos acontecimentos de desastre ambiental ocorridos em Mariana e Brumadinho, no Estado de Minas Gerais. A referente pesquisa tem como objetivos espec√≠ficos a an√°lise das responsabilidades ambientais civis, penais e administrativas, a exposi√ß√£o sobre os desastres ambientais ocorridos em Mariana/MG e Brumadinho/MG, as causas apontadas que ocasionaram os rompimentos, as responsabilidades ambientais aplicadas aos casos, as medidas processuais tomadas p√≥s desastres, o compromisso internacional assumido pelo Brasil. Para tanto, utiliza-se a pesquisa descritiva do tipo bibliogr√°fica, com vi√©s dedutivo, por meio de doutrinas, artigos jur√≠dicos, legisla√ß√£o, jurisprud√™ncias e documentos de √≥rg√£os internacionais e nacionais. A partir disso, concluiu-se que o Estado foi omisso e agiu com descaso frente √† execu√ß√£o das responsabiliza√ß√Ķes das mineradoras ante aos desastres ambientais ocorridos em Mariana/MG e Brumadinho/MG
    • ‚Ķ
    corecore