Análise de anti-inflamatórios em uma estação de tratamento de esgoto e água superficial em clima semiárido

Abstract

This work aimed to analyze the presence of four common molecules (diclofenac, dipyrone, ibuprofen, and paracetamol) in the Ipojuca River, in the stretch of Caruaru municipality (Brazil), and in a wastewater treatment plant that discharges treated water to the river. Collections were conducted for three months at each point during April, May, and June. The samples were collected in three repetitions (sample, replica, and triplicate). Through Pearson’s correlation, the correlation between ibuprofen and diclofenac concentration and rainfall in the region was also verified. These drugs were detected in 100% of the samples, with concentrations between 7.4–548.2 and 81.8–231.8 μg.L-1, respectively. Paracetamol and dipyrone were not detected. The observed high concentrations are due to the high consumption of drugs and the low rate of sewage collection in the municipality. Both analyzed drugs — ibuprofen and diclofenac — had insignificant correlation results with rainfall (-0.022 and -0.071, respectively). Regarding the drugs in the WWTP, the treatment consisting of anaerobic followed by aerated lagoons showed efficiency ranging from 35.9 to 93.6% in the removal of diclofenac. The removal of ibuprofen was higher in April (86.6%), but in the other two months, it did not prove to be efficient, evidencing the need to implement more adapted technologies in the removal of drugs combined with the network expansion for sewage collection in the region. A study with longer time monitoring is needed to understand the rainfall effect on drug concentration in the river.Este trabalho teve como objetivo analisar a presença de quatro moléculas comuns (diclofenaco — DC, dipirona — DP, ibuprofeno — IBU e paracetamol — PAR) no rio Ipojuca, no trecho do município de Caruaru (Brasil), e em uma estação de tratamento de esgoto (ETE) que despeja água tratada no rio. Foram realizadas coletas mensais, por três meses, para cada ponto durante os meses de abril, maio e junho. As amostras foram coletadas em três repetições (amostra, réplica e triplicata). Por meio da correlação de Pearson, verificou-se também a correlação entre a concentração dos fármacos e a pluviometria da região. DC e IBU foram detectados em 100% das amostras, com concentrações de 7,4–548,2 e 81,8–231,8 μg.L-1, respectivamente. PAR e DP não foram detectados. As altas concentrações observadas devem-se ao alto consumo de fármacos e ao baixo índice de coleta de esgoto no município. Ambos os medicamentos analisados (IBU e DC) tiveram resultados de correlação insignificantes com a precipitação (-0,022 e -0,071, respectivamente). Com relação aos medicamentos na ETE, o tratamento em questão, constituído por lagoas anaeróbicas seguidas de aeradas, apresentou eficiência variando de 35,9 a 93,6% na remoção de DC. A remoção do IBU foi alta no mês de abril (86,6%), mas nos outros dois meses não se mostrou eficiente, demonstrando a necessidade de implantação de tecnologias mais adaptadas na retirada de drogas, aliada à ampliação da rede de coleta de esgoto na região. Um estudo com maior tempo de monitoramento é recomendado para compreender o efeito das chuvas na concentração dos fármacos no rio

Similar works

Full text

thumbnail-image

Brazilian Journal of Environmental Sciences (Online)

redirect
Last time updated on 25/10/2023

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.