Article thumbnail

“UM OLHO NO ATLÂNTICO, OUTRO NA FRONTEIRA”. Os charqueadores de Pelotas, o comércio de carne-seca e as suas propriedades na fronteira com o Uruguai (século XIX)

By Jonas Moreira Vargas

Abstract

O presente artigo analisa o comércio do charque rio-grandense com os portos da Bahia e Pernambuco e os investimentos realizados pelos charqueadores de Pelotas em propriedades rurais tanto na região da campanha sul-rio-grandense, quanto na campanha uruguaia, ao norte do rio Negro. O crescente desenvolvimento do complexo charqueador pelotense nas primeiras décadas do oitocentos fez aumentar a demanda por gado e terras, provocando uma expansão agrária rumo a fronteira sudoeste da província. Tal fenômeno provocou uma série de conflitos que desencadearam duas intervenções militares do Exército brasileiro em Montevidéu (1851 e 1864). Estas guerras foram fundamentais para vencer a concorrência contra os saladeros platinos, além de manter os altos níveis de comércio do produto entre as décadas de 1850 e 1860

Topics: Fronteira, Rio Grande do Sul, Comércio, History (General), D1-2009, Latin America. Spanish America, F1201-3799
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Year: 2012
OAI identifier: oai:doaj.org/article:692f73fb543d4f7b902bd3bccf7946ed
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/2525-5649 (external link)
  • https://doaj.org/toc/2525-5649 (external link)
  • http://www.revista.ufpe.br/rev... (external link)
  • https://doaj.org/article/692f7... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.