Location of Repository

'Diamante ES 8112', 'ES 8122 - Jequitibá' e 'Centenária ES 8132': novas cultivares clonais de café conilon com qualidade de bebida para o Espírito Santo.

By R G. FERRÃO, M. A. G. FERRAO, A. F. A. da FONSECA, P. S. VOLPI, A. C. VERDIN FILHO, L. A. MAURI and J. A. LANI

Abstract

O café conilon é a principal variedade de Coffea canephora cultivada no Brasil, com a produção estimada para 2014 de 12,8 milhões de sacas, que nesse ano, o Espírito Santo produziu 9,9 milhões de sacas. O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e extensão Rural (Incaper), vem desenvolvendo um programa de pesquisa na área de melhoramento genético com o conilon desde 1985. Como resultado aplicado desse trabalho, foram desenvolvidas e lançadas nove cultivares que tem sido a base da renovação do parque cafeeiro de conilon do Estado. O objetivo desse trabalho é apresentar as principais características das três última cultivares clonais de café conilon desenvolvidas e lançadas pelo Incaper, ?Diamante ES 8112?, ?ES 8122 ? Jequitibá? e ?Centenária ES 8132?. Para desenvolvimento desses materiais genéticos, o Incaper aproveitou a variabilidade genética do conilon e empregou estratégia de melhoramento assexuada clonal via propagação vegetativa. Diferentes clones foram avaliados em experimentos de campo em três macro ambientes do Estado, representados pelas Fazendas Experimentais de Marilândia, Sooretama e Bananal do Norte, localizadas nos municípios de Marilândia, Sooretama e Cachoeiro de Itapemirim, respectivamente. Realizou-se as análises estatísticas, biométricas e de qualidade de bebida. Por intermédio dessas análises e outras avaliações de campo, foram selecionados 27 clones superiores que foram agrupados por época de maturação, formando assim, as cultivares clonais Diamante ES 8112, ?ES 8122 ? Jequitibá? e ?Centenária ES 8132, com maturações precoce (maio), intermediária (junho) e tardia (julho), respectivamente, que em seguida foram registradas e protegidas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Cada uma dessas cultivares é formada pelo agrupamento de nove clones superiores compatíveis entre si. Apresentam épocas diferenciadas de maturação, estabilidade de produção, alto vigor vegetativo, boa uniformidade de maturação do frutos, grãos grandes, tolerância a seca, moderada resistência a Hemileia vastatrix, qualidade superior de bebida e produtividades médias de 84,00 sacas/ha e 120,00 sacas/ha em condições não irrigada e irrigada, respectivamente.201

Topics: Melhoramento genético, Coffea canephora, Variedade, Coffea canephora
Publisher: In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 9., 2015, Curitiba. Anais... Brasília, DF: Embrapa Café, 2015.
Year: 2016
OAI identifier: oai:www.alice.cnptia.embrapa.br:doc/1040896
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.alice.cnptia.embrap... (external link)
  • http://ainfo.cnptia.embrapa.br... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.