Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Erosão do solo e valoração de serviços ambientais.

By L. C. PEREIRA, S. G. TOSTO and J. P.  CARVALHO

Abstract

Resumo: O setor agropecuário é o responsável por produzir grande parte de alimentos e de fibras, porém, dado ao uso de tecnologias inadequadas, uma série de efeitos indesejáveis no sistema produtivo tem ocorrido. Uma forma de degradação ambiental em terras brasileiras é a erosão hídrica, sendo considerada a mais importante e que tem causado graves prejuízos em áreas agrícolas e urbanas. O objetivo deste capítulo foi valorar monetariamente as perdas de solos em termos de nutrientes perdidos para as culturas da cana-de-açúcar (dois sistemas de manejo: colheitas crua e queimada) e citros, no espaço rural do município de Araras, SP. Utilizou-se a equação universal de perda de solo para quantificar a perda de solo e o método do custo de reposição para valorar os nutrientes perdidos. A taxa de erosão da cana-de-açúcar queimada foi 3,8 vezes superior ao da cana-de-açúcar crua, e o custo para a reposição de nutrientes perdidos por hectare foi, respectivamente, de R$ 73,98 e R$19,47. A cultura do citros apresentou baixa taxa de erosão, resultando num custo de reposição de apenas R$ 1,56 por hectare. Conclui-se que a taxa de erosão pode se constituir num importante indicador de análise ambiental, pois além de revelar a maior ou menor perda de solos e nutrientes, com reflexos diretos na produção e produtividade agrícola, pode também indicar riscos quanto a qualidade ambiental. Abstract: The agricultural sector is the responsible for producing a large proportion of food and fibers, however, due to the use of inappropriate technologies, it has led to many undesirable effects on the production system. Water erosion can be considered the most important form of environmental degradation of Brazilian soils and has caused serious losses in both agricultural and urban areas. The objective of this chapter was to quantify monetarily soil losses, considering nutrient losses in sugarcane (two management systems: raw and burnt harvest) and citrus plantations in rural areas of Araras country, São Paulo state. The Universal Soil Loss Equation was used to quantify soil loss and the Replacement Cost Method to value nutrient losses. The erosion rate of sugarcane when burned was 3.8 times higher than with green harvesting, and the cost for replacing nutrient losses was R$ 73.98 and R$ 19.47 per hectare, respectively. The citrus cultivation had a low soil erosion rate, resulting in replacement costs of only R$ 1.56 per hectare. It is concluded that the erosion rate can constitute an important indicator of environmental analysis, as it not only reveals larger or smaller soil and nutrient loss, with direct impacts on agricultural production and productivity, but it can also indicate risks related to environmental quality.201

Topics: Equação universal de perda de solos, Economia ambiental, Método de reposição, Sustentabilidade, Erosão, Solo, Soil erosion, Ecologic value
Publisher: In: PARRON, L. M.; GARCIA, J. R.; OLIVEIRA, E. B. de; BROWN, G. G.; PRADO, R. B. (Ed.). Serviços ambientais em sistemas agrícolas e florestais do Bioma Mata Atlântica. Brasília, DF : Embrapa, 2015. p. 317-324.
Year: 2016
OAI identifier: oai:www.alice.cnptia.embrapa.br:doc/1040538
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.alice.cnptia.embrap... (external link)
  • http://ainfo.cnptia.embrapa.br... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.