Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Quantificação de argila e silte em solos de textura leve por diferentes métodos de análise granulométrica.

By G. K. DONAGEMMA, J. H. M. VIANA, C. M. P. VAZ and A. FONTANA

Abstract

Solos de textura leve têm sido incorporados em grande escala na agricultura e pecuária brasileira. Muitos desses solos são encontrados na região chamada MATOPIBA (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), bem como em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais. A caracterização da granulometria desses solos é muito importante para compreessão do seu comportamento e manejo, assim como é critério para a classificação das classes de Neossolos Quartzarênicos e Latossolos. Para a análise granulométrica no Brasil, os métodos mais utilizados são: o da pipeta e do densímetro. O da pipeta é considerado o padrão de referência e o densímetro é considerado menos trabalhoso, porém tem limite mínimo de leitura de 5 g L-1. Isso leva a um risco de um erro na determinação da argila, se estes forem menores que 20 %. Um método alternativo é o da atenuação de radiação ionizante (raios gama ou X), que permite estudar as frações de argila e silte em detalhe e reduz o efeito do operador, uma vez que a análise é realizada de forma automática. Assim, objetivou-se avaliar o método mais adequado para quantificação de argila e silte para solos de textura leve. Para tanto se usou amostras de dois horizontes (A e Bw ou C), de Chapada Gaúcha - MG, Guaraí - TO e Campo Verde - MT e três métodos de quantificação do silte e argila: pipeta, densímetro e atenuação de raios gama. As médias de argila e silte dos métodos alternativos (densímetro e raios gama) foram comparados com o método padrão (pipeta). O método do densimetro mostrou-se de baixa acurácia e o de raios gama necessita ser melhor calibrado para estes solos.201

Topics: Análise textural, Neossolo Quartzarênico, Latossolo textura média
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 35., 2015, Natal. O solo e suas múltiplas funções: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2015.
Year: 2016
OAI identifier: oai:www.alice.cnptia.embrapa.br:doc/1035986
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.alice.cnptia.embrap... (external link)
  • http://ainfo.cnptia.embrapa.br... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.