Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Condição corporal, variação de peso e desempenho reprodutivo de vacas de cria em pastagem nativa no Pantanal.

By S. A. SANTOS, U. G. P. de ABREU, G. da S. e SOUZA and J. B. CATTO

Abstract

Objetivou-se avaliar a influência do escore de condição corporal (ECC) sobre a eficiência reprodutiva de vacas de cria nos períodos pré e pós-parto e a probabilidade de parição, usando o escore de condição corporal e a variação ponderal no período crítico do ciclo reprodutivo. Utilizaram-se 248 vacas multíparas mantidas em pastagens nativas distribuídas em quatro estratégias de suplementação: mistura mineral (controle); suplemento farelado; suplemento líquido; suplemento líquido para vacas e bezerros. As avaliações de peso e ECC, na escala de 1 a 9, foram realizadas no período crítico: em agosto (período pré-parto, 60-90 dias antes da parição) e em janeiro (período pós-parto e reprodutivo) durante quatro anos consecutivos. Para a análise dos anos consecutivos de reprodução, criou-se um escore de reprodução, ou seja, somou-se o número de parições de cada vaca durante os quatro anos pecuários avaliados. O escore de condição corporal nos períodos pré e pós-parto e a idade da vaca influenciaram o escore de reprodução. Portanto, para avaliação da probabilidade de parição, foram utilizadas todas as vacas, classificadas em paridas e vazias. Utilizando equações de estimação generalizadas (EEG), foi modelada a probabilidade de as matrizes serem classificadas como paridas considerando variáveis exploratórias ao longo do tempo. Para se obter probabilidade de parição superior a 80%, as vacas devem possuir escore de aproximadamente 5,5 no período pré-parto. Aproximadamente 60% das vacas paridas mantiveram ou ganharam peso no período crítico do ano, o que levou a maior probabilidade de reconcepção, similar ao observado para as vacas vazias, porém com probabilidade menor de parição. O período pré-parto é o melhor para estimar a probabilidade de parição das vacas por meio da avaliação do escore corporal. A seleção de vacas adaptadas às condições bioclimáticas do Pantanal aumenta a probabilidade de produção de um bezerro por vaca por ano.200

Topics: Bovino de corte, Produção animal, Reprodução animal, Nutrição animal, Suplementação, Pastagem nativa, Pantanal, Mato Grosso do Sul
Publisher: Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, MG, fev. 2009.
Year: 2010
OAI identifier: oai:www.alice.cnptia.embrapa.br:doc/657375
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.alice.cnptia.embrap... (external link)
  • http://ainfo.cnptia.embrapa.br... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.