Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

From the streets to the screen : the violence representation in the news broadcasting

By Guilhermo Andre Aderaldo

Abstract

De que maneira as lutas internas ligadas ao campo da televisão sustentam os modos através dos quais o tema da violência é representado em seu interior? Partindo do princípio de que, enxergar a televisão como uma simples transmissora dos "fatos" encontrados no mundo social, ou ainda, como um meio de "manipulação" desses fatos, significa ignorar a luta por uma melhor condição nos processos de distribuição das chances de poder por parte dos agentes no interior do veículo, esta pesquisa visa a um esforço de compreensão das ligações estabelecidas entre o modo através do qual a violência é representada na televisão e as trajetórias individuais dos agentes, cuja notoriedade foi ganha a partir da exploração do tema, no interior dos processos de mudança aos quais se encontram inscritos, de acordo com suas respectivas posições. Proponho que a análise das diferenças nos modos de representar a violência ao longo do tempo por parte dos agentes ligados ao campo da televisão pode nos indicar caminhos mais complexos para pensarmos uma questão consensual em relação aos estudos sobre a representação da violência ne~se veículo, bem como em outros meios de comunicação: a distorção entre os dados comumente aceitos pelas ciências sociais para a retratação "objetiva" do problema da criminalidade no país e a maneira como a violência acaba sendo apresentada na mídia, que costuma privilegiar os traços mais dramáticos de casos isolados ligados às ocorrências policiais.In what way the internal struggleslinked to the television field sustain the forms which through the television theme is represented in its interior? From de principIe that seeing TV as a simple transmitter of "facts" found in the social world, ar still, as a way of "manipulation" of this facts, means to ignore the fight for a better condition in the processes of distribution of the chances of power by part of the agents in the vehicle interior, this research aims a comprehension effort on the bounds established between the way trough which violence is represented on television and the agents individual paths, of whom notoriety was conquered from the exploration of the theme, in the interior of the processes of changing that are enrolled, according with their respective positions. I propose that the analysis of this differences in the forms of representing violence throughout time by this agents linked to the television field can point out more complex routs in arder for us to think a consensual issue related to the studies on the representation of violence in this vehicle, as well as in other media: the distortion between data generally accepted by the social sciences for the "objective" . painting of the criminality problem in the country and the way violence ends being represented in the media, that usually privileges the more dramatic traits of isolated cases linked to. Police occurrences

Topics: Telejornalismo, Violencia, Violencia na televisão, Televisão - Aspectos sociais, Midia - Aspectos sociais, Comunicação de massa, Telejornalism, Violence, Violence in television, Television, Media, Mass media
Publisher: Universidade Estadual de Campinas . Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Year: 2008
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UNICAMP:oai:unicamp.br:vtls000436110
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.