Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

O cuidado destinado às gestantes usuárias de crack

By Janayna Sobota

Abstract

Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Mental e Atenção Psicossocial, Florianópolis, 2014.Atualmente, o crescente número de pessoas em uso de drogas lícitas e ilícitas vem sendo divulgado e indicado em pesquisas nacionais e internacionais. O número de mulheres que faz uso de drogas também vem aumentando, o que faz com que a distância entre os índices de uso de substâncias por homens e mulheres esteja diminuindo, quando comparados entre si. Este estudo discute a questão da dependência de crack em mulheres, especialmente durante a gestação, momento importante de mudanças que requer cuidados específicos. Para tal, o objetivo deste trabalho foi compreender os conceitos e dificuldades encontrados em uma equipe do pré-natal de alto risco em relação ao acompanhamento das gestantes usuárias de crack. Para atingir este propósito, foi realizada uma pesquisa do tipo descritivo exploratória, com uma abordagem qualitativa, em uma unidade de saúde da Atenção Básica localiza em um município do sul do Brasil, onde foram realizadas entrevistas com os profissionais responsáveis pelo pré-natal de alto risco. Os resultados encontrados por meio das entrevistas com os profissionais revelam conceitos e valores pautados em representações sociais estereotipadas, pré-conceitos e estigmas reproduzidos socialmente. Pode-se constatar ainda o despreparo e dificuldade em lidar com demandas específicas das gestantes usuárias de crack, bem como a ausência de capacitações e da promoção de espaços para a troca de informações, reflexões sobre a prática e compartilhamento de suas dúvidas e angústias.<br>Abstract : Currently, the growing number of people using legal and illegal drugs has been noticed by national and international researches. The number of women using drugs is also increasing, which makes the distance between the rates of the substances consume by men and women decrease when compared to each other. This study discusses the issue of crack addiction in women, especially during pregnancy, an important moment of changes that requires specific care. So, the objective of this study was to understand the concepts and difficulties found in a high-risk prenatal team in relation to the treatment of pregnant women using crack. To achieve this purpose, it was made an exploratory descriptive research, following a qualitative line in a healthcare unit of Primary Care located in a city in southern Brazil, where it was interviewed the professionals responsible for high-risk prenatal care. The founded results through the interviews with professionals reveal concepts and values guided by stereotypical social representations, preconceptions and stigmas socially reproduced. It can still be observed a lack of preparation and difficulty to deal with specific demands of pregnant users of crack, as well as the lack of training and promotion of opportunities for exchange of information, reflection of the practice and for sharing their doubts and anxieties

Topics: Ciências médicas, Abuso de substâncias, Brasil, Sul, Grávidas, Brasil, Sul, Cuidado pre-natal, Brasil, Sul
Year: 2014
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFSC:oai:repositorio.ufsc.br:123456789/130976
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.