Location of Repository

Um estudo sobre as condições competitivas do setor sucroenergético brasileiro a partir dos pressupostos da competitividade sistêmica

By Ernani Carpenedo Busanelo

Abstract

Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração, Florianópolis, 2014.Tratar da competitividade envolve que se dê a esta variável que remonta à vida, sua devida importância e que se considere sua amplitude. Modelos analíticos que se limitam a estudar elementos micro ou mesmo até de nível macro, se apresentam limitados para melhor entender as conexões envoltas. Requer que se conheça como se comportam as variáveis dos níveis da competitividade sistêmica (meta, macro, meso e micro) em termos da intensidade com que contribuem para a competitividade do setor, além, de conhecer como se configura a estrutura do setor e de seu padrão concorrencial. O setor sucroenergético nacional vive um momento com peculiaridades que o credencia a ser objeto de estudo sobre o tema competitividade. Sua representatividade como ator econômico, sua importância no campo energético nacional e a possibilidade de se tornar um expressivo gerador de energia renovável o tornam de especial interesse para o presente estudo. Nestes termos, o objetivo da proposta do presente estudo é estudar a competitividade do setor sucroenergético nacional, levando em conta os fatores determinantes da competitividade sistêmica. Para este propósito a opção metodológica recaiu sobre procedimentos qualitativos de pesquisa, essencialmente, entrevistas e análise documental. Foram entrevistadas organizações situadas em cada nível de análise, perfazendo um total de dezoito instituições pesquisadas. Os principais resultados obtidos indicam que este setor apresenta condições competitivas com performances consideradas médias dentro dos conceitos adotados na análise. Isso implica em afirmar que o setor não é "não competitivo", pois o mesmo é cercado de pontos fortes que o credencia ao status de setor competitivo. Isso é percebido através de elementos como o posicionamento do Brasil frente à estrutura mundial onde se apresenta como o maior produtor de cana-de-açúcar e o maior produtor e exportador de açúcar. Na produção de etanol o país é o segundo maior produtor mundial, ficando atrás apenas dos EUA. Os principais pontos fortes são: capacidade de gestão; redes de cooperação tecnológica; cana-de-açúcar como matéria-prima; vantagens locacionais (clima, área agricultável disponível, know-how tecnológico); atuação das associações; instituições de P&D e política tecnológica. As principais fragilidades são: paridade do preço do etanol e da gasolina; custo de produção (etanol); perda de produtividade; diminuição dos investimentos no setor, especialmente em P&D; política de infraestrutura; e falta de consenso e coesão social em torno do setor. Outro aspecto relevante em relação aos resultados alcançados diz respeito às possibilidades identificadas na estrutura teórico-analítica apresentada quanto ao seu potencial de explicação dos resultados das variáveis analisadas. Além disso, a indicação de fatores a serem agregados ao instrumental analítico utilizado, o modelo do IAD, se mostrou favorável para ampliar seu potencial de análise. Observa-se que os resultados alcançados oferecem significativas contribuições sobre o tema. No campo teórico aponta para a ampliação do escopo analítico do instrumental utilizado. Em termos de aplicação os resultados alcançados oferecem subsídios consistentes que podem contribuir para definições sobre o setor, bem como, para a proposição de políticas públicas.<br>Abstract : When talking about competitiveness, it´s worth mentioning the importance and amplitude of this variable which remits us to life.Analytical models which study micro or even macro elements are quite limited when it comes to a better understanding of the involved connections. Likewise, it is necessary to know the behavior of such variables in both levels of systemic competitiveness (meta, macro, meso and micro) considering the intensity on how they contribute to the competitiveness in the sector, as well as to know how both sector´s competitive pattern and strucuture are configurated. The national sugarcane sector is experiencing a peculiar time that accredits it to be an object of study about the theme ?competitiveness?. Its representativity as an economic actor, its importance into the national energetic field and the possibility of becoming an expressive renewable energy generator make it especially interesting for this study. In this sense, the aim of this study´s proposal is to assess the competitiveness of the national sugarcane sector, considering the determining factor of the systemic competitiveness. For this purpose, the methodological option is based on qualitative procedures of research, essentially, interviews and documental analysis. We interviewed 18 representatives of the organizations belonging to each level of analysis. The main results indicated that this sector shows competitive performances in a medial level when considering the concepts adopted during the analysis. This lead us to assure that the sector is not ?non competitive?, once it is surrounded by strong points which accredit it to the status of competitive, what can be noticed through the elements such as the positioning of Brazil before global structure as the largest sugarcane producer and largest sugar exporter. In ethanol production, Brazil is the second global producer, right behind USA. The main strong points are: management capacity, technogical cooperation webs, sugarcane as raw material, locational advantages (climate, availability of agriculturable areas, technological know-how), associations´ perfomances, P&D institutions and technological policy. The main shortcomings are: parity of ethanol´s and gasoline´s prices, ethanol´s production costs, productivity loss, decrease of the investments in the sector and the lack of consensus and social cohesion related to sugarcane sector. Another relevant aspect from to the obtained results is related to the possibilities identified from the theoretical-analytical structure for the potential explanation of the results from the analyzed variables. Furthermore, the indication of the factors to be agregated to the analytical instruments, the IAD model appears to be favorable in increasing the potential of analysis; it is noteworthy that the obtained results also contribute to the theme. In the theoretical field, they point to the amplification of the analytical escope of the used instruments and in terms of application, the results offer consistent subsidies which may contribute to definitions about the sector, as well as, to the proposal of public policies

Topics: Administração, Concorrência, Vantagem competitiva, Políticas públicas, Planejamento estrategico
Year: 2014
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFSC:oai:repositorio.ufsc.br:123456789/128858
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.