Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Enraizamento de estacas de oliveiras

By Fabrício Tadeu Donatti

Abstract

TCC (graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, 2008O método mais utilizado na propagação da oliveira nos países produtores do Mediterrâneo e América do Sul é o enraizamento de estacas semilenhosas, uma vez que permite a obtenção de mudas de maior qualidade e em maior quantidade, necessárias para a formação de olivais modernos, com características que permitam um maior adensamento de plantio, maiores produtividades e manejo facilitado. Para tanto, é preciso que sejam satisfeitas condições específicas para a formação de suas raízes, como tratamento com ácido indolbutírico (AIB), ambiente protegido e substrato aquecido. No Brasil, as pesquisas sobre esta cultura ainda são recentes. Os trabalhos relacionados existentes são poucos e abordam este processo e suas variações, porém, não estabelecem uma comparação sobre o comportamento do enraizamento entre estacas herbáceas e as semilenhosas da oliveira em ambiente controlado. Desta forma, este trabalho avaliou o potencial de enraizamento destes dois tipos de estacas quando submetidas a tratamento com 3000 ppm de AIB e aquecimento basal sob substrato de perlita em ambiente protegido. Os resultados obtidos sugerem não haver diferença significativa na formação de calos entre estacas herbáceas e semilenhosas nestas condições. Demonstram também a necessidade de um ambiente protegido para o enraizamento das estacas, que permita concentrar elevada umidade em seu ambiente, como condição essencial para a manutenção foliar, sobrevivência das estacas e seu enraizamento. Revelou indicações importantes para a produção de mudas de oliveiras, além da necessidade de novos estudos para o domínio efetivo das técnicas de multiplicação vegetativa desta cultura, pouco conhecida ainda em nosso país

Topics: Oliveira (planta), Cultivo, Propagação por estaquia, Agronomia
Publisher: Florianópolis
Year: 2008
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFSC:oai:repositorio.ufsc.br:123456789/119454
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.