Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

O duplo significado do sentir e do pensar nas obras de Alberto Caeiro e Descartes

By Eliani Passos Monteiro Duarte

Abstract

Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em LiteraturaA pretensão desta dissertação intitulada O duplo significado do sentir e do pensar nas obras de Alberto Caeiro e Descartes é investigar a relação entre o sentir e o puro pensar, usando como referência a poesia O Guardador de Rebanhos, de Alberto Caeiro, que apresenta de forma evidente o tema; e como este assunto é tratado nas Meditações Metafísicas de René Descartes, também de forma claramente visível. Podemos perceber em ambos os autores, uma diplopia, uma espécie de duplo olhar sobre a relação sentir e puro pensar. No primeiro capítulo vou falar sobre a tese do duplo olhar de Descartes, a respeito da relação sentir e puro pensar na leitura de Merleau-Ponty, salientando a visão de natureza. No segundo capítulo, parto da leitura das três primeiras Meditações Metafísicas para caracterizar a tensão que se pode verificar entre Descartes e Alberto Caeiro quando se referem ao puro pensar. O foco principal de Descartes, nas três primeiras Meditações, é o pensar puro, e neste ponto Alberto Caeiro critica o pensar puro. No terceiro capítulo, analisando as três últimas Meditações, percebe-se que há uma virada no pensamento de Descartes, no qual o autor inverte seu ponto de vista, aproximando-se da idéia de Alberto Caeiro. No quarto capítulo, mostrarei a leitura que outros autores fazem acerca do sentir e do pensar na obra de Alberto Caeiro, mostrando que assim como Descartes, este também ostenta uma diplopia, não do sentir, mas do pensar. The pretension of this work entitled O duplo significado do sentir e do pensar nas obras de Alberto Caeiro e Descartes is to investigate the relationship between the feeling and the pure thinking, using as reference the poetry O Guardador de Rebanhos, by Alberto Caeiro, that presents in an evident way this theme; and as this subject is treated in René Descartes' Metaphysical Meditations, also in a clearly visible way. It is possible to notice in both authors, the diplopy, a sort of double look about the relationship between feeling and pure thinking. The thesis about Descartes'double look regarding the relation of feeling and pure thinking, in Merleau-Ponty reading, pointing out the nature vision, will be treated in the first chapter. In the second chapter, I start from the reading of the first three Metaphysical Meditations to characterize the tension that can be verified between Descartes and Alberto Caeiro when they refer to the pure thinking. Descartes' main focus in the first three Meditations is pure thinking and, in this point, Alberto Caeiro criticizes pure thinking. In the third chapter, analyzing the last three Meditations, it is possible to notice that there is an alteration in Descartes' thought, in which the author inverts his point of view, approaching of Alberto Caeiro's idea. In the fourth chapter, I will show the reading that other authors do concerning feeling and thinking in Alberto Caeiro's work, showing that as well as Descartes, this also shows a diplopy, not of feeling, but of thinking

Topics: Literatura
Publisher: Florianópolis, SC
Year: 2005
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFSC:oai:repositorio.ufsc.br:123456789/102061
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.