Location of Repository

Avaliação do compartilhamento do conhecimento em entidades de saúde do executivo estadual de Santa Catarina

By Carlos Eduardo Pereira Carpes

Abstract

Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2012Esta pesquisa teve como principal produto um diagnóstico baseado no Método OKA que identificou o nível de preparação das Gerências Regionais de Saúde (GERSA) em compartilhar o conhecimento e permitiu que fossem feitas analises da situação diagnosticada sobre os recursos de conhecimento dessas Gerências. Haja vista, que os trabalhadores das GERSAS compartilham o conhecimento durante a elaboração dos Instrumentos de Gestão pelos seus municípios. No entanto este processo não é gerenciado e nem tampouco avaliado. Para os fins deste estudo, selecionou-se um conjunto de vinte e oito das duzentas e três questões que compõem o método OKA. Estas questões foram selecionadas pelo pesquisador, pois estão diretamente relacionadas com o compartilhamento de conhecimento, elas totalizaram dezoito métricas das setenta estipuladas pelo método. As questões selecionadas abrangem as três categorias e sete subcategorias de análise todas retiradas do método OKA. Apesar de ser incipiente, o compartilhamento do conhecimento ocorre nas GERSAS apoiado na Categoria Pessoas, mas os servidores e gerentes ainda compartilham o conhecimento com muita precaução e certo receio. Dentro dos incentivos para o compartilhamento do conhecimento não há benefícios financeiros aos servidores, haja vista não ser permitido legalmente. No entanto, o reconhecimento é dado para os que possuem o conhecimento e não para os que mais compartilham o conhecimento. Na Categoria de Análise Processos, pouco menos crítica, destaca-se que a Liderança e as Estratégias utilizadas nas GERSAS surtem efeito e são relevantes para o compartilhamento do conhecimento. Foi possível perceber deficiências no Fluxo do Conhecimento, desde a captura e criação até o seu uso final pelos servidores e gerentes. Existem falhas que podem ser corrigidas por meio de um plano de ações para o compartilhamento. Por fim a Categoria Sistemas, ganha destaque pela sua alta contribuição para o compartilhamento do conhecimento nas GERSAS. Considerando todo este cenário, este estudo do compartilhamento do conhecimento auxiliou no entendimento de como os servidores trocam entre si o que sabem e o que sabem fazer, no que diz respeito aos procedimentos que empregam para executarem o trabalho.<br>Abstract : This research had as main product a diagnosis method based on the OKA which identified the level of preparation of the Regional Health Managers (GERSA) to share knowledge and allowed them to be done analysis of the situation diagnosed on the managements of these knowledge resources. Considering that the employees of GERSAS share knowledge during the development of management instruments for their municipalities. However this process is not managed, nor evaluated. For purposes of this study, we selected a set of twenty-eight of the two hundred and three issues the method comprising OKA. These issues were selected by the researcher, since they are directly related to the sharing of knowledge, they totaled eighteen of the seventy metrics stipulated by the method. The selected questions cover the three categories and seven subcategories of analysis method removed all OKA. Despite being in its infancy, knowledge sharing occurs in the category People GERSAS supported, but the servers and managers still share the knowledge with great caution and trepidation. Among the incentives for knowledge sharing, there is no financial benefit to the servers, due to not being legally allowed. However, recognition is given to those who have the knowledge and not for those who share more knowledge. In Category Analysis Processes, less critical, it is emphasized that the leadership and the strategies used in GERSAS take effect and are relevant to knowledge sharing. It was possible to detect deficiencies in the Flow of Knowledge, from capture and creation to its final use by servers and managers. There are gaps that can be remedied through an action plan for sharing. Finally, the Systems category, is highlighted by its high contribution to knowledge sharing in GERSAS. Given all this background, this study of knowledge sharing supported the understanding of how servers communicate to each other what they know and what they do, with regard to the procedures they employ to perform the work

Topics: Gestão do conhecimento, Saúde publica, Administração, Santa Catarina, Fluxo da informação
Year: 2012
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFSC:oai:repositorio.ufsc.br:123456789/100910
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.