Location of Repository

Representação ontológica da memória organizacional da mediatização da interação educacional

By Michele Andréia Borges

Abstract

Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do ConhecimentoAs organizações modernas necessitam gerenciar seus conhecimentos para se manterem competitivas nesse novo modelo de sociedade: a sociedade do conhecimento. A gestão do conhecimento contribui com o estudo de métodos e técnicas de gerenciamento, armazenamento, criação, compartilhamento e reutilização do conhecimento. Uma abordagem eficiente para resolver problemas em uma organização consiste na elaboração de uma memória organizacional. Essa memória refere-se ao processo de armazenagem de conhecimento com base na história da organização, as quais possibilitam o compartilhamento e recuperação desses ativos e, assim, colaboram na tomada de decisão. Ontologia é um excelente meio de representação da memória organizacional, pois possibilita uma linguagem comum e proporciona uma especificação formal compreensível para agentes humanos e sistemas que auxiliam de maneira eficiente no compartilhamento e reuso do conhecimento. A mediatização da interação educacional (MIE) promovida pela interação entre tutor a distância e o aluno, através das ferramentas de TIC, proporcionam um rico arsenal de conhecimentos novos. Assim, o objetivo desta pesquisa é desenvolver uma ontologia para representação da memória organizacional da mediatização da interação educacional. Os caminhos percorridos para alcançar o objetivo proposto consistiram no levantamento bibliográfico, com a identificação de pesquisas coerentes com a proposta deste trabalho, e da pesquisa participante no curso de capacitação e-Nova. Os modelos de Osatuyi et al (2009) e Araujo (2003), identificados, proporcionaram a estrutura da ontologia, isto é, a seleção de termos (classes) mais apropriados para o domínio, a hierarquia dos termos e a relação binária entre esses termos. A reutilização de algumas classes e relações do modelo de Araújo evitou o retrabalho e, assim, agilizou o processo de construção da ontologia completa da MIE. Para automação das tarefas foram criadas regras lógicas do tipo "Se X então Y". De posse dos dados, instâncias extraídas do curso de capacitação e-Nova, foi possível fazer os testes nos cenários de interesse na qual a ontologia deve responder. Os resultantes foram positivos, ou seja, a ontologia atende de maneira eficiente o compartilhamento e a reutilização de conhecimentos gerados da interação entre tutor a distância e aluno, bem como, o apoio a tomada de decisão nas situações de aprendizagem, administrativas e técnicas que envolvem a rotina de trabalho de um tutor a distância em um curso de EaD. Por fim, a memória organizacional da MIE representada por meio de uma ontologia é um trabalho incessante e que pode ser aprimorado de forma colaborativa com o intuito de alcançar resultados mais amplos e otimistas.Modern organizations need to manage their knowledge to remain competitive in this new model of society: the knowledge society. Knowledge management contributes to the study of methods and management techniques, storage, creation, sharing and reuse of knowledge. An efficient approach to solving problems in an organization is the development of an organizational memory. This refers to the memory storage process of a knowledge-based organization's history, which enables the sharing and recovery of these assets and thus, assisting in decision making. Ontology is an excellent means of representation of organizational memory. It allows a common language and provides a formal specification comprehensible to human agents and systems that help efficient sharing and reuse of knowledge. The mediatization of educational interaction (MEI) promoted by the interaction between tutor and pupil at distance, through the ICT tools, provides a rich arsenal of new knowledge. The objective of this research is to develop an ontology for representing the organizational memory of the media coverage of educational interaction. The paths to reach the proposed objective consisted in the literature, with the identification of research consistent with the purpose of this study, and research participating in the training course e-Nova. The Osatuyi et al (2009) and Araujo (2003) models, identified, provided the structure of the ontology, ie the selection of terms (classes) most appropriate for the domain, the hierarchy of the terms and the binary relation between these terms. The reuse of some classes and relationships of the Araujo model avoided rework and therefore sped up the process of building a complete ontology of MEI. For the automation of tasks, logical rules like "If X then Y" were created. Armed with data, instances extracted from the training course and e-Nova, it was possible to test scenarios of interest in which the ontology must answer. The results were positive, ie, the ontology serves efficient sharing and reuse of knowledge generated from the interaction between tutor and pupil at distance, as well as support for decision making in pedagogical situations, administrative and technical work involving the work routine of a tutor in a distance education course. Finally, the organizational memory of MEI represented by means of an ontology is a constant work and can be enhanced in a collaborative manner in order to achieve more comprehensive and optimistic results

Topics: Engenharia e gestão do conhecimento, Ontologias (Sistema de recuperação da informação), Ensino a distancia, Comunicação nas organizações
Publisher: Florianópolis
Year: 2012
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFSC:oai:repositorio.ufsc.br:123456789/100592
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.