Location of Repository

Higienização de lodo de estação de tratamento de esgoto por compostagem termofílica para uso agrícola

By Camilo Teixeira

Abstract

Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas.O presente estudo avaliou a compostagem como método de higienização e ciclagem de nutrientes do lodo de esgoto da Estação de Tratamento de Esgoto Insular, em Florianópolis. Este foi o método escolhido devido às altas temperaturas por longos períodos resultantes da degradação da matéria orgânica. Foi feita a caracterização físico-química e biológica do lodo bruto, avaliando macro e micronutrientes, microrganismos patogênicos e elementos inorgânicos tóxicos. Foi avaliada a carga máxima de lodo de esgoto em leiras estáticas de compostagem com aeração natural, assim como a melhor mistura a ser utilizada neste processo. Também avaliou-se a contaminação microbiológica e parasitológica do lodo de esgoto bruto e do lodo de esgoto após a passagem pela compostagem. Verificou-se que o lodo de esgoto é um material com baixa contaminação por elementos inorgânicos (exceto o mercúrio) e alta contaminação por microroganismos patogênicos (principalmente coliformes termotolerantes), devendo, portanto passar com um processo de higienização para sua segura aplicação agrícola. A compostagem com cargas entre 60 e 80 kg de lodo de ETE por metro quadrado de leira, misturado com o agente estruturante, e intercalado com a aplicação de restos de alimentos, se mostrou o tratamento que alcançou as maiores temperaturas (60-70°C), sendo o mais eficiente do ponto de vista legal para eliminação de patógenos. O produto do lodo após ficar 20 dias na compostagem resultou em um material Classe B de acordo com a Resolução 375/06 do CONAMA, sendo portanto apto a ser utilizado na agricultura, embora restrito à cultura do café, a silvicultura e às culturas de fibras e óleos.This study seeks to evaluate composting of sewage sludge as a sanitation and nutrient cycling procedure. Raw sewage sludge was analized for nutrient content, pathogens and toxic elements. Various loading rates and mixtures to naturally aerated static piles were evaluated. Pathogens were evaluated before and after composting. Results show that sewage sludge from Florianópolis had low levels of toxic elements, and high pathogens contamination (principally heat-tolerant coliform), requiring sanitation measure before agricultural use. Loading between 60 and 80 kg/m² sewage sludge mixed with wood shavings, alternating layers with food waste resulted in the highest temperature (60-70°C) and the greatest reduction in pathogens. The product of this process after 20 days in composting piles result in a material within legal limits for agriculture use, but restricted to forestry, oil crops and fiber crops

Topics: Agricultura, Agroecossistemas, Compostagem termofilica, Lodo, Esgotos, Tratamento biológico, Florianopolis (SC), Insumos agricolas
Publisher: Florianópolis, SC
Year: 2012
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFSC:oai:repositorio.ufsc.br:123456789/96348
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.