Location of Repository

Adverse Reactions to mass treatment with Diethylcarbamazine of populations in endemic areas of filarial elephantiasis in Recife - PE

By Ana Wladia Silva de Lima

Abstract

Uma das estrat??gias propostas pela OMS para a erradica????o da filariose linf??tica tem sido o tratamento em massa anual com drogas antifilariais, de popula????es de ??reas end??micas. Este trabalho teve por objetivo estimar a preval??ncia de efeitos adversos ap??s o uso da DEC em duas ??reas alvo do tratamento em massa e descrever a distribui????o, tipo e gravidade das rea????es adversas e manifesta????es secund??rias, ap??s a dose do medicamento. A pesquisa constou de um estudo de preval??ncia e de um estudo de s??rie de casos. A dose de DEC administrada na ??rea I foi de ~ 6 mg/kg/dose para ambos os sexos, tendo por base o peso m??dio estimado para cada faixa et??ria. Na ??rea II, a dose foi semelhante, por??m, ajustada de acordo com o sexo. Os dados para o estudo de preval??ncia foram coletados por meio de um question??rio, enquanto para o estudo de s??rie de casos as informa????es foram obtidas das fichas de notifica????o preenchidas por profissionais de sa??de durante o atendimento. A preval??ncia de efeitos adversos e seus respectivos intervalos de confian??a de 95 por cento foram estimados e a associa????o entre as vari??veis testadas pelo c??lculo da Raz??o de Preval??ncia, da Diferen??a de Preval??ncia, Intervalo de Confian??a de 95 por cento e valor de p. Entre as 438 pessoas entrevistadas, na ??rea I, obteve-se uma preval??ncia de 23,6 por cento(IC de 95 por cento:19,1-29,5). Na ??rea II, entre 365 entrevistados, a preval??ncia foi de 16,2 por cento(IC de 95 por cento: 11,9-21,5). A preval??ncia de rea????es adversas foi significativamente mais elevada nas mulheres do que nos homens, na ??rea I (RP=1,77; IC de 95 por cento: 1,23-2,53). Na ??rea II, embora a preval??ncia de efeitos tenha sido maior entre as mulheres, a diferen??a n??o foi estatisticamente significante (RP=1,43; IC de 95 por cento: 0,88-2,83). Houve um excesso de preval??ncia de efeitos adversos na ??rea I em rela????o ?? ??rea II (DP=7,6; IC de 95 por cento: 2,1-3,4, p=0,007). O c??lculo das diferen??as de preval??ncia estratificadas por sexo, na ??rea I em rela????o ?? ??rea II, constatou um excesso de preval??ncia no sexo feminino, de 11,1 por cento (IC de 95 por cento: 3,1-19,1; p=0,008). Pela vigil??ncia passiva, foram registrados 58 atendimentos por rea????es adversas ao DEC, em 2003, e 33 em 2004, a maioria de mulheres (67,3 por cento, em 2003 e 57,6 por cento, em 2004). O maior percentual dos casos foi moderado ou leve. Embora a maior parte das rea????es adversas tenha sido leve ou moderada, a preval??ncia foi considerada elevad

Topics: ELEFANTIASE FILARIAL, ELEFANTIASE FILARIAL, DIETILCARBAMAZINA, DIETILCARBAMAZINA
Year: 2006
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_FIOCRUZ:oai:localhost:icict/3918
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.