Location of Repository

Economia solidária como estratégia para o desenvolvimento territorial: a atuação da INCOOP no Jardim Gongaza e entorno, São Carlos, SP

By Danilo Malta Ferreira

Abstract

São vários os estudos em Economia Solidária (EcoSol) que estão centrados na promoção dos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES). São estudos de viabilidade econômica, autogestão, qualidade dos serviços oferecidos etc. Contudo, trabalhos que estudam a relação destes EES com os territórios em que estes estão inseridos e a EcoSol como eixo estratégico e articuladora de projetos intersetoriais existem em menor quantidade. O território formado pelo bairro Jardim Gonzaga e seu entorno, na cidade de São Carlos, é caracterizado como um dos mais precários da cidade e recebe atuação de diversas políticas setoriais. Este território também é alvo, desde 1998, de atividades de incubação de EES e outras ações de fomento a Economia Solidária, tendo a Incubadora Regional de Cooperativas Populares da Universidade Federal de São Carlos (INCOOP/UFSCar) como entidade de fomento a tais atividades. A partir de 2007, a INCOOP passou de uma atuação focada nos EES para uma atuação centrada no território em que os EES se encontram com a perspectiva de consolidá-los, criar novos EES, fomentar outras iniciativas econômicas solidárias e articular projetos e ações inter-setoriais visando à promoção de direitos de cidadania. O presente trabalho tem como objetivo caracterizar e analisar as estratégias gerais da inserção da EcoSol articuladora de projetos e ações inter-setoriais na perspectiva do desenvolvimento territorial. A estratégia de pesquisa utilizada é a observação participante que conta com a participação do autor deste trabalho em atividades que foram desenvolvidas ao mesmo tempo que estavam sendo examindas como objeto de pesquisa. O caso único estudado consiste em um projeto de Desenvolvimento Territorial (DT) que se encontra em andamento. Através de observação direta, registros de relatórios técnicos da INCOOP, registro de reuniões, foi possível obter evidências das estratégias, condições essenciais e obstáculos da Economia Solidária como eixo estratégico de projetos e ações inter-setoriais. Os resultados obtidos são caracterizações das estratégias gerais implementadas pela INCOOP: 1) Fomento ao protagonismo dos EES; 2) Consolidação de cadeias produtivas e outras iniciativas econômicas solidárias; 3) Articulação com diversos atores do território ou com atuação no território. Entre as estratégias implementadas foi possível identificar obstáculos e limites, a saber: 1) EES fragilizados por conflitos internos; 2) Diferentes graus de compreensão sobre a EcoSol e a relação desta com o DT; 3) Diferentes graus de motivação e expectativas entre os atores envolvidos; entre outros. Conclui-se que é possível a articulação de projetos e ações inter-setoriais através da Economia Solidária na perspectiva do desenvolvimento territorial, no entanto é necessária a maior compreensão e superação dos obstáculos existentes

Topics: Planejamento urbano, Economia solidária, Planejamento territorial, Políticas públicas, Desenvolvimento de Território, ENGENHARIAS, ENGENHARIAS
Publisher: Universidade Federal de São Carlos
Year: 2010
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UFSCAR:oai:ufscar.br:5382
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.