Location of Repository

Enunciados comunicativos de uma jovem usuária de comunicação alternativa e seus parceiros de comunicação

By Aline Pillegi da Silva

Abstract

A comunicação, fator inato e essencial ao desenvolvimento humano, encontra-se presente em todos os momentos da vida. Contudo, a comunicação não se baseia apenas à fala, à oralidade. Para uma comunicação mais eficaz, temos as expressões faciais e corporais auxiliando. Para indivíduos que não possuem fala ou a fala é ininteligível, pode-se fazer uso da Comunicação Alternativa e Ampliada. O objetivo do presente estudo é traçar e analisar o perfil dos enunciados comunicativos de duas jovens com treze anos de idade, Marcela, com paralisia cerebral, alfabetizada, não oralizada e que utiliza sistema alternativo de comunicação, e Miriam, com desenvolvimento normal e que utiliza a fala para se comunicar (sujeito controle). Essa pesquisa faz parte de um projeto transcultural que tem por objetivo descrever como ocorre a compreensão e a expressão de determinados tipos de enunciados gráficos em crianças e jovens de diferentes idades e em diferentes países que utilizam sistemas alternativos de comunicação, e como estes enunciados são compreendidos por seus parceiros pais, professores e pares. O sistema alternativo utilizado pela participante com paralisia cerebral consistia em fotos dos familiares, palavras e sentenças, alfabeto e numeral, no formato de um livro de comunicação alternativa. Para a coleta de dados foram utilizados os seguintes instrumentos: entrevista semi-estruturada com a mãe, professora, Marcela e Miriam; avaliação do sistema de comunicação realizada pela mãe e pela professora de Marcela; instrumentos normatizados de avaliação da inteligência, da linguagem receptiva, das habilidades motoras; tarefas comunicativas aplicadas às duas participantes (tarefas de compreensão e produção). Os dados revelaram que a mãe era a parceira de comunicação mais competente, tinha maior conhecimento quanto ao uso do sistema de comunicação alternativa e favorecia o desenvolvimento da linguagem alternativa da participante Marcela. Os dados revelaram que Marcela não apresentou dificuldades na linguagem compreensiva e expressiva, comparada com seu par, Miriam. O principal diferencial nas respostas de Marcela e Miriam foi quanto ao tempo de respostas. Marcela utilizou um tempo maior para dar as respostas, comparada com Miriam. Isso se deve ao fato de Marcela utilizar a comunicação alternativa e ampliada para dar as respostas e Miriam utilizar a fala. Pode-se concluir que indivíduos com comprometimento de fala, com desenvolvimento cognitivo normal, podem se comunicar de forma tão eficaz quanto indivíduos sem comprometimento de fala, desde que o sistema alternativo de comunicação seja implementado com eficácia e seus parceiros de comunicação sejam capacitados na utilização da CAA.Communication, innate and essential factor to human development, finds itself present in every moment of life. However, communication is not based just on speech, on orality. For a more efficient communication, we have facial and body expressions helping. For individuals who have no speech or speech is unintelligible, we can make use of Augmentative and Alternative Communication. The point of this study is to trace and analyze the profile of communicative statements of two young girls of thirteen years old, Marcela, cerebral palsy, literate, who not maintain oral function and uses alternative communication system, and Miriam, with normal development who uses speech to communicate (subject control). This research is part of a cross-cultural project that aims to describe how the understanding and expressing of certain kinds of utterances graphics occurs in children and young people of different ages and in different countries that uses alternative communication systems, and how these statements are understood by partners - parents, teachers and peers. The alternative system used by the participant with cerebral palsy consisted of pictures of family, words and sentences, alphabet and numerals in the format of a book of alternative communication. To collect data we used the following instruments: semi-structured interview with the mother, teacher, Marcela and Miriam; evaluation of the communication system held by Marcela`s mother and her teacher; standardized instruments for rating intelligence, receptive language, motor skills; communicative tasks applied to the two participants (comprehension tasks and production). Data revealed that the mother was the more competent communication partner, had more knowledge about the use of alternative communication system and favored the development of Marcela`s alternative language. Data also revealed that Marcela had no difficulties in comprehensive and expressive language, compared with his partner, Miriam. The main difference in the answers from Marcela and Miriam was about the response time. Marcela tok a longer time to give the answers, compared with Miriam. This is due to the fact of Marcela using augmentative and alternative communication to give the answers while Miriam uses speech. It can be concluded that individuals with impaired speech, with normal cognitive development, can communicate itself as effectively as individuals without impairment of speech, since the alternative communication system is implemented effectively and their communication partners are trained in the use of AAC

Topics: Educação especial, Comunicação alternativa, Parceiros de comunicação, Paralisia cerebral, EDUCACAO ESPECIAL, Augmentative and Alternative Communication, Communication Partners, Cerebral Palsy, EDUCACAO ESPECIAL
Publisher: Universidade Federal de São Carlos
Year: 2011
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UFSCAR:oai:ufscar.br:4633
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.