Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Diversidade de avifauna aquática nas represas do médio e baixo Rio Tietê (SP) e nos sistema de lagos do médio Rio Doce (MG) e sua relação com o estado trófico e a morfometria dos ecossistemas aquáticos.

By Magno Botelho Castelo Branco

Abstract

A relação das aves aquáticas com o estado trófico dos ecossistemas límnicos ainda é pouco estudada em sistemas tropicais. Nesse trabalho foi investigada a influência de algumas variáveis limnológicas sobre a estrutura da avifauna aquática de dois ecossistemas: os reservatórios em cascata do Baixo e Médio Rio Tietê (SP) e lagos pertencentes ao sistema de lagos do Vale do Rio Doce (MG). Foram registradas 37 espécies no Rio Tietê e 39 espécies no Vale do Rio Doce, totalizando no conjunto, 52 espécies pertencentes a 10 ordens e 21 famílias. No sistema Rio Doce a ordem Anseriformes foi a mais abundante tanto em abundância numérica quanto em biomassa. A maior densidade de aves no Rio Doce foi de 2676 ind.km−2, na lagoa Amarela, e a menor de 5,23 ind.km−2, no lagoDomHelvécio. Neste sistema as variáveis populacionais da comunidade de aves aquáticas sofreram influência significativa apenas da área e do perímetro das lagoas, não se verificando relações com o estado trófico ou concentrações de fósforo e nitrogênio. Nos reservatórios do Rio Tietê as maiores abundâncias foram observadas para as ordens Ciconiiformes e Pelecaniformes. As maiores densidades foram observadas em Nova Avanhandava (64 ind.km−1) e a menor em Ibitinga (6 ind.km−1). Neste sistema a abundância de aves piscívoras, em comparação com àquela dos lagos do Rio Doce, se deve provavelmente ao maior potencial pesqueiro do Rio Tietê. Apesar de não ter sido verificada a influência do estado trófico sobre a estrutura da comunidade de aves aquáticas em cada sistema separadamente, provavelmente devido ao fato das variações de IET em cada um terem sido muito estreitas, é notória a maior densidade de aves (ind.km−1 e kg.km−1) do Rio Tietê comparada áquela do sistema de lagos do Rio Doce. As diferenças de trofia entre esses dois sistemas são grandes, possibilitando assim verificar uma relação geral entre a trofia nos dois sistemas e as densidades de aves aquáticas nos mesmos.Relationships between aquatic birds and the trophic state of freshwaters are not well known in tropical systems. In the present work the influence of some limnological variables on the structure of the aquatic bird comunnity was investigated for two distinct freshwater systems: The cascade of reservoirs in the middle and low portions of Tietê River (SP) and in the lakes belonging to the Rio Doce Valley( MG). In the Tietê River 37 different species were recorded. In the Rio Doce Valley 39 species were recorded. Together they totalize 52 species belonging to 10 Orders and 21 Families. In the Rio Doce system species of the Order Anseriformes were the most abundant, regarding both, numerical abundance and biomass. The highest density of birds in the Rio Doce lakes was 2,676 ind.km−2, recorded in Lagoa Amarela, and the lowest of 5.23 ind.km−2, in Lake Dom Helvécio. In this system community variables were significantly influenced only by the area and the perimeter of lakes. There were no significant relationships with the trophic state index or with the concentration of nitrogen and phosphorus, isolately. In the reservoirs of the Tietê River, the highest abundances were observed for the orders Ciconiiformes and Pelecaniformes. The highest densities occurred in Nova Avanhandava reservoir (64 ind.km−1) and the lowest in Ibitinga (6.0 ind.km−1). In this system the higher abundance of piscivorous birds, when compared to those of Rio Doce lakes, is probably related to the higher fish productivity of Tietê River. Although the influence of the trophic state upon the structure of the aquatic bird communities has not been verified for each system alone, due to the fact that the range of variation of the IET is too narrow, it is notorious the higher density of birds (ind.km−1 e kg.km−1) in the Tietê reservoir system when compared to that of the Rio Doce lakes. Differences in the trophic state among both systems are great, allowing to see a general relationship between the trophic state of these two systems and the densities of aquatic birds on them

Topics: ECOLOGIA, Ave aquática, Eutrofização, Limnologia, Reservatório do Rio Tietê, ECOLOGIA
Publisher: Universidade Federal de São Carlos
Year: 2003
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UFSCAR:oai:ufscar.br:499
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.