Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

ACERCA DA VIOLÊNCIA POR MEIO DO FUTEBOL NO ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA: RETRATOS DE UMA PRÁTICA E SEUS DILEMAS

By Beatriz Staimbach Albino, Cristiane Camila Zeiser, Jaison José Bassani and Alexandre Fernandez Vaz

Abstract

It’s analyzed a pedagogic experience in Physical Education, linked with the university practical teaching, in a public school placed at urban neighborhood in a city of South Brazil. I was proposed to develop with soccer the feelings of students against violence. We describe and analyze the didactic options, the arrangements and rules, the advances and fragilities of propose. The results suggest the existence of problems in teachers’ formation because in sense of they show the illegitimacy of Physical Education in school and the impasses of critical pedagogy: questions that are not only in rational sphere and that impulse the practice, the necessity (and difficulty) to overcome the “know how to do” and to observe the body as a subject in its multiplicity.Se analiza una experiencia pedagógica en Educación Física realizada en escuela pública de un barrio de la zona urbana de una ciudad del sur de Brasil, asociada a la práctica de la enseñanza de la formación de profesores. Fue propuesto desarrollar, por medio del fútbol, la sensibilización de alumnos y alumnas para con las relaciones de violencia que perneaban sus prácticas. Describimos y analizamos las elecciones didácticas, los acuerdos y reglas adoptadas, los avances y fragilidades de la experiencia. Los resultados suscitan dudas cuanto a la formación de profesores al puntuar la falta de legitimidad de la asignatura en el espacio pedagógico y cuestionar sobre los impasses de una pedagogía que se pretenda crítica: vectores que no si restringen al ámbito racional y que impulsan la práctica, la necesidad (y dificultad) de se ultrapasar el saber-hacer y tomar el cuerpo como objeto en su multiplicidad.Analisa-se uma experiência pedagógica em Educação Física realizada em escola pública da área urbana de Florianópolis, associada ao estágio supervisionado da formação universitária. Desenvolveu-se, por meio do futebol, a sensibilização dos alunos/as para com as relações de violência que permeavam suas práticas. Descrevemos e analisamos as escolhas didáticas, os acordos e regras adotados, os avanços e fragilidades da experiência. Os resultados suscitam dúvidas quanto à formação de professores ao apontar para a falta de legitimidade da disciplina no espaço pedagógico e questionar os impasses de uma pedagogia que se pretenda crítica: vetores que não se restringem ao âmbito do racional e que impulsionam a prática, a necessidade (e dificuldade) de se ultrapassar o saber-fazer e tomar o corpo em sua multiplicidade como objeto

Topics: Ciências da Saúde; Educação Física., Educação Física Escolar; Pedagogia Crítica; Violência; Futebol; Formação de professores.
Publisher: Pensar a Prática
Year: 2008
OAI identifier: oai:periodicos.ibict.br.Pensar_a_Pratica:oai:ojs.200.137.217.135:article/3111
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.