Location of Repository

Patossistema Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV)/maracujazeiro-amarelo: infectividade e invasão sistêmica de isolados e caracterização molecular

By José Romário Fernandes de Melo

Abstract

Este trabalho teve como objetivo estudar dez isolados virais ( LNS-1 a LNS-10) oriundos de regiões produtoras de maracujazeiro em Livramento de Nossa Senhora/BA. Quatro desses isolados, escolhidos com base nos sintomas induzidos nas plantas hospedeiras (LNS-2, LNS4, LNS-9 e LNS-10), foram inoculados em plantas jovens de maracujá-´amarelo´, genótipo ´A9 x E32´, para avaliação da sua infectividade e velocidade de translocação em plantas que tiveram a folha inoculada destacada, 24, 48 e 72 horas após a inoculação (HAI) do Cowpea aphid borne vírus (CABMV). Nesse mesmo experimento foi estudado o progresso da doença e a concentração de vírus nas plantas, submetidas aos diferentes tratamentos de destacamento foliar, por PCR em tempo real. Posteriormente os dez isolados tiveram o fragmento genômico referente ao gene capsidial amplificado e analisado, com um estudo da sua filogeografia. O isolado LNS-9 foi o que apresentou maior incidência e severidade de sintomas, quando as plantas submetidas a destacamento foliar foram avaliadas, aos 8 dias após a inoculação. Isso indicou que esse isolado possui uma maior velocidade de translocação na planta, em relação aos outros três isolados testados, que, apesar de terem apresentado um comportamento semelhante entre si, diferiram das parcelas controle. As concentrações de vírus nessas plantas sem destacamento foliar foram semelhantes quando avaliadas aos 35 e 60 DAI. A maior diferença nas concentrações virais foi observada quando as folhas foram destacadas 72HAI, as concentrações dos isolados LNS9 e LNS-10 foram significativamente maiores nas plantas inoculadas, em relação aos outros dois isolados. Essa técnica de destacamento foliar revelou-se como uma boa alternativa para testar a resistência de materiais obtidos em programas de melhoramento genético. Nos estudos moleculares, alguns isolados apresentaram diferentes porcentagens de identidade entre si e entre as sequências de isolados depositadas no banco de dados, o que levou a um agrupamento diferenciado, quando submetidos à análise filogenética. Na análise filogeográfica, a pequena população de isolados estudada neste trabalho mostrou-se geneticamente distinta, distante de isolados da mesma espécie de vírus que causa endurecimento dos frutos no continente africano, bem como da espécie viral causadora do endurecimento dos frutos na Austrália. Os resultados aqui apresentados ampliam os conhecimentos acerca do CABMV incidente no Brasil e, consequentemente, geram suporte para futuros estudos de infectividade, divergência genética e caracterização molecular de outros isolados virais de interesse.Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Vegetal, área de concentração em Biotecnologia Vegetal, para a obtenção do título de Doutor

Topics: Passiflora edulis Sims f. flavicarpa O. Deg., Virose, Destacamento foliar, Endurecimento do fruto, Filogeografia, Virus, Leaf deteachment, Fruit woodiness, Phylogeography, Tecnologia de produtos de origem vegetal
Year: 2014
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFLA:oai:localhost:1/1923
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.