Location of Repository

Capacitação e o perfil dos servidores públicos: um estudo descritivo de uma universidade federal mineira

By Josiane Auxiliadora Lacerda

Abstract

O presente estudo tem como propósito analisar o perfil dos servidores públicos federais, especificamente, dos técnico-administrativos atuantes no âmbito de uma universidade pública de Minas Gerais, considerando a política de capacitação trabalhada pela instituição. Para tanto, buscou-se, por meio de uma pesquisa bibliográfica, referenciar as formas de gerir as entidades públicas; em especial quanto à política de gestão das pessoas nesse âmbito. Pela pesquisa secundária, procurou-se adentrar de fato às questões da política de capacitação dos servidores e por meio das análises estatísticas descritivas procurou-se delinear o perfil dos técnicos desta universidade. Constatou-se que este é construído sob influência das diferentes políticas estimuladas pelo governo e é composto por diversas características que contribuem para os múltiplos resultados apresentados pela organização. O perfil dos servidores das organizações públicas federais, bem como o da universidade estudada, é marcado pela predominância de homens, com idade media de 46 anos e nível superior de escolaridade. Todavia, essas características estão mudando, aos poucos, mulheres e jovens da geração Y, chegam cada vez mais preparados ao serviço público, demonstrando tendências de alterações para esse cenário num futuro próximo. No intuito de se adaptar às constantes mudanças tecnológicas e sociais e às reformas administrativas executadas, o desenvolvimento contínuo dos servidores tornou-se essencial nas organizações públicas. Nesse contexto, a Administração Pública enfrenta o desafio de redefinir seu papel, aproximando Estado e sociedade, além de aprimorar seus servidores, a fim de alcançar inovação, eficiência e qualidade na prestação dos serviços. Entretanto, se faz necessário ir além do que foi realizado, visto que, tais modificações não sinalizaram a adoção de uma nova cultura política, desvinculada das práticas despóticas de poder, fruto da cultura política do pais que ainda é clientelista, personalista e burocrática. Competências e aprendizagens de modo geral, precisam, ainda, se desenvolver por meio de ações de capacitação mais participativas, dialógicas e reflexivas, em que diferentes saberes sejam reconhecidos como um conjunto de práticas que estimulem a convivência ativa de conhecimento, promovendo aquilo que se propõe na abordagem societal. Comparar a realidade vivenciada por uma instituição federal de ensino com a base teórica permitiu identificar os rumos da gestão de pessoas em curso no setor público, bem como, traçar propostas de estudos futuros.Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências para conclusão do Programa de Pós-Graduação em Administração Pública, área de concentração em Gestão de Organizações Pública do Estado, para obtenção do título de Mestre

Topics: Gestão social, Gerencialismo, Capacitação, Universidade pública, Gestão de pessoal, Competência, Aprendizagem, Learning
Year: 2013
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFLA:oai:localhost:1/1219
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.