Location of Repository

Parental social abilities: preliminar study corelating with parental style

By Priscila Tenenbaum Tyszler

Abstract

O estilo parental tem influência no desenvolvimento humano e pode ser definido como um padrão de comportamentos identificáveis nos pais quando se relacionam com seus filhos. A literatura tem utilizado alguns parâmetros para compreender os estilos parentais. Um deles se caracteriza pelo binômio: limites-afeto ou responsividade e exigência, delimitando três estilos parentais: Autoritário, Permissivo e Autoritativo. O estilo autoritário caracteriza-se por pais que dão muitos limites e pouco afeto. Estes pais procuram manter a ordem e o controle da família, devendo a obediência ser alcançada ainda que sob padrões punitivos. O estilo permissivo caracteriza-se por pais que dão pouco limite e muito afeto. Nesse caso, há uma crença naturalista segundo a qual a criança deve expressar livremente suas necessidades e aprender por si só. Estes pais não se vêem como responsáveis por ensinar ou modificar comportamentos infantis. O estilo autoritativo caracteriza-se por pais que dão muito limite e muito afeto. O cuidador apresenta condutas intermediárias entre as permissivas e autoritárias, estimulando verbalizações emocionais, permitindo que os filhos participem das decisões, estimulando argumentações, autonomia e disciplina. A empatia é considerada uma habilidade essencial para a manutenção dos laços sociais, que propicia a percepção da necessidade do outro e ao mesmo tempo favorece a sensação de ser compreendido. A assertividade é a habilidade de expressar e defender sua opinião com firmeza e segurança, sem, contudo desrespeitar o outro. Esta pesquisa tem como hipótese a idéia de que pais autoritativos seriam mais empáticos e assertivos do que pais autoritários. O objetivo deste estudo foi correlacionar os Estilos Parentais s Habilidades Sociais: Assertividade e Empatia. Participaram da pesquisa 64 pais, 21 homens e 43 mulheres. Os instrumentos utilizados foram: o Inventário de Habilidades Sociais (IHS-Del Prette), ao Inventario de Empatia (IE FALCONE) e ao Parental Autority Questionary (PAQ). A Análise dos dados foi feita através do SPSS. Foram efetuadas correlações r de Person entre os fatores do PAQ e os fatores do IHS e do IE. Os resultados apontaram para uma correlação positiva (r = 0,30 ; p < 0,05) entre o fator Enfrentamento e Auto-afirmação do IHS e o estilo Autoritativo. Uma relação negativa (r = -0,24 ; p < 0,05) foi observada entre este mesmo fator e o estilo Autoritário. Em relação a empatia, os fatores Tomada de Perspectiva (r = 0,33 ; p < 0,01), Sensibilidade Afetiva (r = 0,25 ; p < 0,05) e Autruismo (r = 0,25 ; p < 0,05) correlacionaram-se positivamente ao estilos Autoritativo, Em relação ao fator Autoritário, foi verificada uma correlação negativa ( r = -0,24 ; p < 0,05) com o fator Altruísmo do IE. A partir deste resultado, foram realizadas três análises de regressão linear múltipla (stepwise) considerando cada um dos fatores do PAQ como variáveis dependentes dos fatores do IHS e do IE. Os Fatores Enfrentamento e Auto-afirmação do IHS e o fator Autruísmo do IE junto explicam 15% da variância do Fator autoritativo. Os resultados apresentados são discutidos a luz da psicologia do desenvolvimento, psicologia social e neuropsicologia.The human behavior is not determined by a single factor. The relation between environment, heredity and temperament enables us to understanding what we are and what we become, from childhood to adulthood. Human Development has been influenced by Parental Styles, wich can be defined as a pattern of parents behaviors in their relationship with their children. The Literature has used some parameters to parental style. One of them is the bidimensional relation between limits-affect or responsiveness and demandingness, delimiting three parenting styles: Authoritarian, Permissive and Authoritative. The authoritarian style is characterized by parents who give limits and dont give much affection. These parents goals are to maintain family order and control, been obedience a virtue to be achieved even under punitive standards. The permissive style is characterized by parents who give very little limit and affection. In this case, there is a naturalistic belief that the child should freely express their needs and guide his/herselves. These parents do not see themselves as responsible for teaching or modifying child behavior. The authoritative style is characterized by parents who give limit and affection. The caregiver is in-between permissive and authoritarian, encouraging emotional free expression, allowing the children to participate in decisions, stimulating arguments, autonomy and discipline, with warmth and control. Empathy is considered to be an essential skill for maintaining social bonds, with which is possible to perceive others needs and thus, promotes a feeling of being understood. Assertiveness is the ability to express and defend your on opinion, firmly and securely, without disregarding others. Having as background the evolutionary perspective, this research has hypothesized the idea that authoritative parents are more empathetic and assertive than authoritarian parents. The aim of this study was to correlate the Parenting Styles Social Skills: Empathy and Assertiveness. 64 parents participated in the survey, 21 men and 43 women. The instruments used were: Inventário de Habilidades Sociais (IHS-Del Prette), the Inventário de Empatia (IE - FALCONE) and the Parental Autority Questionnaire (PAQ). The data analysis was performed using SPSS. R of Pearson correlation between PAQ factors and IHS and IE were done. Results sHOWEd a positive correlation (r = 0.30, p <0.05) between Coping and Self-affirmation factor of the IHS and style Autoritartivo. A negative relationship (-0.24, p <0.05) was observed between this factor and the authoritarian style. Regarding empathy, the factors Perspective Taking (r = 0.33, p <0.01), Affective Sensitivity (r = 0.25, p <0.05) and Altruism (r = 0.25, p <0.05) have been correlated positively to Authoritative Style. Regarding the Authoritarian factor, there was a negative correlation of -0.24 (p <0.05) with the Altruism factor of IE. After this result, three multiple linear regression analysis (stepwise) within each of the factors PAQ factors as dependent variables of the IHS and IE were done. The Coping and Self-affirmation factor of the IHS and Altruism IE factor together explain 15% of variance of Factor authoritative. The results are discussed in the light of developmental psychology, social psychology and neuropsychology

Topics: Habilidades sociais, Assertividade, Empatia, Estilos parentais, Autoritarismo, PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO, Assertiviness, Empathy, Social abilities, Authoritative, PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO
Publisher: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Year: 2010
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UERJ:oai:www.bdtd.uerj.br:2294
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.