Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

AS MIGRAÇÕES E AS TRANSFORMAÇÕES TERRITORIAIS NO SUDOESTE DO PARANÁ

By Marcos Leandro Mondardo and Thais Regina Backes

Abstract

0 Sudoeste do Paraná, é uma região singular quanto á sua dinâmica populacional. Até 1900 sua população era pouco numerosa, basicamente formada por caboclos. A partir de 1920. no Rio Grande do Sul, ocorre uma crise pela fragmentação das pequenas propriedades, o que vai gerar um excedente populacional agrícola. Com a Criação da Colônia Agrícola General Osório (CANGO), em meados 1940 desloca-se um fluxo populacional gaúcho, constituído por indivíduos de origem italiana e alemã, que se deslocou para o Sudoeste do Paraná, formando pequenas propriedades de agricultura familiar. Por volta de 1970 o Sudoeste passou por transformações intensas na sua estrutura econômica e social, onde a modernização da agricultura resulta em um êxodo rural. Deslocando populações em direção aos estados de Mato Grosso, Rondônia, e até outros países como o Paraguai. Ocorre também a emigração no próprio sudoeste do Paraná, sendo que a população continua migrando e transformando a região

Publisher: Revista Faz Ciência
Year: 2012
OAI identifier: oai:periodicos.ibict.br.Faz_Ciencia:oai:ojs.e-revista.unioeste.br:article/7492
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.