Location of Repository

Study of adaptation efficacy of women during pregnancy and postpartum

By LAURA MAZA GARRIDO

Abstract

A gestação e a maternidade são períodos que promovem profundas mudanças na vida da mulher. Devido à intensidade dessas mudanças, estes períodos são considerados de grande vulnerabilidade para o desenvolvimento da Depressão Pós-Parto (DPP). Diante disso, esse estudo teve como objetivo avaliar a eficácia adaptativa de mulheres no período gestacional e puerperal, verificar a incidência de crise adaptativa e DPP, verificar a associação da eficácia adaptativa com a DPP e verificar a EDAO como instrumento para identificação da depressão pós-parto. Trata-se de um estudo longitudinal com método clínico qualitativo, exploratório e descritivo, no qual foram utilizados como instrumentos a Escala Diagnóstica Adaptativa Operacionalizada EDAO, Questionário de classificação socioeconômica da Associação Brasileira de Institutos de Pesquisa de Mercado ABIPEME e Escala de depressão pós-parto de Edimburgo EPDS. Participaram desse estudo sete gestantes atendidas no sistema público de saúde da cidade de Santo André / SP. A análise dos dados demonstrou que 42,86% das mulheres desenvolveram DPP, sendo que todas elas tiveram crise adaptativa. Das quatro mulheres que não apresentaram DPP, nenhuma demonstrou crise adaptativa e três delas obtiveram melhora adaptativa. O suporte familiar, principalmente do companheiro, foi considerado um fator externo positivo que atua como promotor de saúde. Os indicadores para desenvolvimento da DPP foram: a crise adaptativa, a ausência do companheiro e o sexo do bebê ser diferente do desejado. A EDAO mostrou-se um instrumento eficaz para discriminar fatores indicativos de DPP, o que favorece as intervenções primárias. O índice elevado de DPP e crise adaptativa diagnosticado nesse estudo revelou a urgência de desenvolver políticas públicas que atendam as mulheres no período gravídico-puerperal, uma vez que sua saúde mental fica vulnerável neste período, o que influenciará diretamente o desenvolvimento dos bebês e das famílias.Pregnancy and maternity are periods that cause deep changes in women's life. Due to the intensity of those changes, these periods are considered of high vulnerability for the development of Postpartum Depression (PPD). In regard of that, this study had as its objectives to evaluate the adaptation efficacy of women during the gestation and puerperium periods, to verify the incidence of adaptation crisis and PPD, to verify the association between adaptation efficacy and PPD and to verify the validity of EDAO as an instrument for the identification of Postpartum depression. This is, therefore, a longitudinal study with a qualitative, exploratory and descriptive clinical method, in which were used as instruments the Operationalized Adaptive Diagnosis Scale - EDAO, the Questionary of Social-Economic Classification of the Brazilian Association of Institutes of Market Research - ABIPEME and the Postpartum Depression Scale of Edinburgh - EPDS. Seven pregnant women who were attended by the public health system of Santo André City in São Paulo state participated in this study. Data analysis has shown that 42,86% of these women have developed PPD, and that all of them had adaptation crisis. Within the four women who did not present PPD, none of them demonstrated adaptation crisis and three of them had adaptation improvemen

Topics: Prevenção de doenças.&#8195, Eficácia adaptativa, Depressão pós-parto, Puerpério, Gestação, PSICOLOGIA, Puerperium, Pregnancy, Postpartum Depression, Adaptation Efficacy, Disease prevention &#8195, PSICOLOGIA
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
Year: 2013
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_METODISTA:oai:ibict.metodista.br:1230
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.