Location of Repository

A área dos Estudos Culturais: consenso genealógico e indefinição epistemológica - DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2175-7755/cs.v33n57p79-101

By Luis Mauro Sá Martino

Abstract

Este texto procura delinear um paradoxo: embora um bom número de pesquisas use como referencial os Estudos Culturais, não parece haver consenso a respeito do que eles são. O objetivo é trabalhar esse problema a partir de três pontos: a) existe um certo consenso a respeito da genealogia dos Estudo Culturais, e é possível ter uma idéia de seus princípios; b) no entanto, isso não existe no que diz respeito a métodos, teorias e conceitos; c) essa falta, no entanto, é coerente com os princípios que nortearam a criação dos Estudos Culturais, e sua genealogia oferece evidências disso

Topics: Comunicação. Epistemologia., Estudos Culturais; Teoria da Comunicação; Epistemologia da Comunicação
Publisher: Universidade Metodista de São Paulo
Year: 2012
OAI identifier: oai:periodicos.ibict.br.Comunicacao_e_Sociedade:oai:ojs-metodista.metodista.br:article/2897
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://dx.doi.org/10.15603/217... (external link)
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.