Location of Repository

PESQUISA DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS EM QUEIJOS TIPO “MINAS FRESCAL” COMERCIALIZADOS NA REGIÃO DO TRIÂNGULO MINEIRO

By Gisele Barreto Ferreira, Ana Carolina Santana de Oliveira, Jorge Marcelo Marson and Ana Paula Sarreta Terra

Abstract

Este trabalho teve como objetivo verificar a presença de Staphylococcus aureus em amostras de queijos tipo Minas Frescal, comercializados na Região do Triângulo Mineiro e analisar as condições de higiene na manipulação e locais de armazenamento do produto. Para isso foram coletadas 50 amostras de queijos tipo Minas Frescal em diferentes pontos de venda; ademais, foi aplicado um formulário de campo abordando as condições de higiene no armazenamento e manipulação do produto. A análise das amostras foi feita por meio da cultura da solução da amostra diluída e identificação da bactéria por meio do método de Gram e das provas de catalase e coagulase. O padrão estabelecido pela ANVISA para Staphylococcus aureus em queijos tipo Minas Frescal é de 5,0 x 10² UFC/g. Contudo, em 78% das amostras coletadas, o número de bactérias encontradas foi superior a esse valor, representando risco para a saúde do consumidor, podendo causar intoxicação alimentar. De acordo com o formulário aplicado, foi observado que o elevado índice de bactérias encontradas nas amostras coletadas deve-se às deficiências higiênicas durante a manipulação e a forma inadequada de armazenar o produto

Topics: Queijo frescal; Staphylococcus aureus; Contaminação; Intoxicação alimentar
Publisher: Revista Baiana de Saúde Pública
Year: 2010
OAI identifier: oai:periodicos.ibict.br.RevistaBaianadeSaudePublicar0:oai:ojs.rbsp.inseer.ibict.br:article/57
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.