Location of Repository

O ideário de desenvolvimento pós 1990 e as mudanças na cooperação internacional não governamental: entre as circunstâncias e as peculiaridades do caso alemão

By Maria Elisa Huber Pessina

Abstract

Este trabalho contribui em compreender as mudanças pelas quais a cooperação internacional não governamental para o desenvolvimento foi submetida, a partir da década de 1990, no que concerne às suas estratégias, gestão e finanças. Para tanto, optou-se por analisar as agências eclesiásticas alemãs: Serviço das Igrejas Evangélicas na Alemanha para o Desenvolvimento (EED), MISEREOR e Pão para o Mundo. Norteia a investigação a premissa de que as mudanças na cooperação internacional não governamental estão relacionadas aos ideários de desenvolvimento, marcado, a partir de 1990, pela expansão dos princípios neoliberais. Com o acirramento crescente das contradições sociais, surgiu no seio do ideário neoliberal o paradigma do desenvolvimento humano, amparado num novo consenso social, do qual o não governamental foi convidado a fazer parte compartilhando das diretrizes e agendas das organizações internacionais oficiais da cooperação para o desenvolvimento. Para estudar as mudanças nas agências eclesiásticas alemãs, esta dissertação investiga as diretrizes definidas pelos organismos multilaterais em torno do CAD/OCDE em prol do fortalecimento do consenso em volta do novo ideário de desenvolvimento e combate à pobreza, observando o lugar do nãogovernamental nesses discursos. São analisadas as políticas da União Europeia de cooperação para o desenvolvimento, verificando sua convergência com os princípios e agendas estabelecidos internacionalmente, assim como a relação com os Estados Membros no que tange a essas políticas. Finalmente, analisa-se as peculiaridades do caso alemão, revisitando as características fundamentais do Estado alemão e sua a relação com as células sociais do país. São investigadas as particularidades da relação com as agências eclesiásticas de cooperação ao desenvolvimento, a partir de documentos fornecidos pelo próprio Ministério da Cooperação Alemã (BMZ). A partir de entrevistas com coordenadores das agências, são registradas evidências de mudanças nas estratégicas, gestão e finanças, decorrentes do ideário de desenvolvimento que se consolida no pós 1990 e, principalmente, na primeira década de 2000, no seio da cooperação internacional para o desenvolvimento. The present study aims at assessing the changes that non-governmental international cooperation has suffered from the nineties onwards, especially with regards to strategy, management and finance. The focus was the analysis of the German ecclesiastic development agencies EED, MISEREOR and BROT FÜR DIE WELT, important players in the history of Brazilian social organizations. The premise for the investigation is the fact that changes in nongovernmental international cooperation are related to each period’s hegemonic development ideals, with that of the nineties standing out for the expansion in neoliberal principles. With the increasing intensification of social contradictions, emerged within the neoliberal ideology the paradigm of human development, supported by a new social consensus, which the nongovernmental was invited to take part, sharing guidelines and agendas of international organizations official cooperation for development. To study the changes in the German ecclesiastical agencies, this study will look into the principles defined by multilateral organs concerning CAD/OCDE aiming at strengthening the consensus on new ideals for fighting poverty, attending to the role of non-governmental entities in such speeches. European Union cooperation development policies are assessed, checking their convergence with internationally established principles and agendas, as well as the relationship between Member States and the Community with respect to such policies. Finally, it is essential to analyze the German case’s peculiarities, looking into the German State’s fundamental characteristics and its relation with the country’s social cells. The features of the relationship with German ecclesiastic development agencies is assessed through documents supplied by the German Cooperation Ministry (BMZ). Also, through interviews with such agencies’ coordinators, it is possible to verify evidence of changes in strategy, management and finance resulting from the development ideals consolidated after the nineties and mainly on year 2000’s first decade, in the core of international development cooperation

Topics: Desenvolvimento, Cooperação Internacional, Organização não governamental, Agências eclesiásticas alemãs, Development, International Cooperation, NGOs, German ecclesiastic development agencies
Year: 2015
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFBA:oai:192.168.11:11:ri/17267
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.