Location of Repository

Estudo da fauna de briozoários do sedimento superficial da plataforma continental da Costa do Dendê, Bahia, Brasil

By Vanessa do Espírito Santo Almeida

Abstract

A caracterização da fauna de briozoários presente no sedimento superficial da plataforma continental da Costa do Dendê, situada no litoral sul da Bahia (38o 39’W a 13o 02’S e 39o02’W a 14o 42’S) e a sua relação com os parâmetros sedimentológicos e batimétricos e a avaliação da contribuição dos briozoários como produtores do sedimento carbonático foi realizada através da análise composicional de amostras do sedimento superficial de 36 estações, coletados com amostrador de fundo do tipo de Van Veen, no período de fevereiro a outubro de 2002. O estudo abrangeu a elaboração do inventário taxonômico das espécies; a determinação dos padrões de distribuição da fauna de briozoários; elaboração de mapas de distribuição das espécies e/ou agrupamentos; estudo da influência de fatores ambientais (granulometria do sedimento e profundidade) sobre a distribuição e riqueza da fauna de briozoários; a utilização de espécies indicadoras para interpretações ecológicas; a determinação do peso dos briozoários em relação ao peso total da amostra e a determinação e correlação das formas coloniais com parâmetros ambientais (substrato, hidrodinâmica e profundidade). Os agrupamentos foram realizados utilizando análises multivariadas quantitativas e qualitativas (análise de Cluster, componentes principais). A determinação específica da totalidade dos fragmentos de colônias analisados permitiu identificar setenta e duas espécies pertencentes às classes Gymnolaemata (Ordem Cheilostomatida) e Stenolaemata (Ordem Cyclostomatida). Os maiores valores de riqueza e do número de fragmentos se encontram entre a Cova da Onça e a Baía de Camamu e nas proximidades de Itacaré. Os briozoários são pouco representativos em termos de percentual de peso do sedimento, exceto localmente. As espécies mais freqüentes são Canda retiformes, Crisia sp, Margaretta buski, Mecynoecia sp e Scrupocellaria sp, devido a facilidade de desarticulação ou fragmentação dos segmentos de suas colônias. O padrão de distribuição das assembléias não é definido para os tipos de sedimentos encontrados. Existe uma relação entre a distribuição das espécies isoladamente e as frações do sedimento, devido aos tipos de formas coloniais diversos, e uma variação composicional de norte para sul. A coloração e a boa conservação dos fragmentos sugerem taxa de sedimentação rápida e acréscimo constante de material recente. Os substratos mais colonizados são cascalho e areia algálica e espécies de briozoários mortos. As análises estatísticas multivariadas com dados de natureza quantitativa e qualitativa são complementares entre si e constituem ferramentas importantes na determinação de associações de estações em função da composição faunística e das formas zoariais com os diversos parâmetros ambientais (profundidade, tipo de substrato e hidrodinâmica)

Topics: Briozoários, Costa do Dendê, Sedimento, Forma zoarial, Análises multivariadas
Year: 2014
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFBA:oai:192.168.11:11:ri/16317
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.