Location of Repository

Formação de professores: a possibilidade da prática como articuladora do conhecimento

By Solange Lacks

Abstract

286f.O estudo insere-se na área de concentração "Educação, sociedade e práxis pedagógica", especificando-se nas linhas de pesquisa "Currículo e tecnologias de informação" e "Estudo e pesquisa em Educação Física & Esporte e Lazer", do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal da Bahia. Investe-se na formação de professores, no que tange à prática como articuladora do conhecimento no currículo, seus nexos com projetos históricos de universidade e de formação humana, perspectivando sua qualificação pedagógica, científica e política. Para tratar dessa problemática, atentou-se para posições teóricas sobre a relação trabalho-educação, destacando a compreensão de projeto histórico, luta de classes e práxis. Os dados foram coletados a partir da análise de documentos e de dois campos empíricos, o curso de Educação Física da UFBA, suas condições de oferecimento e proposições curriculares, e a "Atividade Curricular em Comunidade: Ações Interdisciplinares em Áreas de Reforma Agrária", projeto pedagógico-experimental da UFBA. A análise ocorreu, considerando-se embates, entre governo, docentes, discentes e movimentos sociais, relacionados a projetos de universidade e de formação de professores. Apuraram-se, então, as relações entre geral e específico, segundo três categorias: contradição, possibilidade, totalidade. Na literatura, nos documentos e experiências pedagógicas, reconhecem-se contradições e possibilidades na formação de professores. Na licenciatura, vislumbra-se o trabalho alienado, próprio do modo de produção capitalista, mas não mecanicamente e, sim, mediado por um trabalho pedagógico e pela luta política direcionada, o que é alterável como práxis social. O pressuposto central, por conseguinte, é o de que a formação do professor em Educação Física, marcada por antagonismos de projetos, dá-se na contradição entre teoria e prática, cuja superação passa, necessariamente, pela consideração do trabalho como articulador do conhecimento, ou seja, pela prática qualificada pedagógica, científica e política. A análise dos nexos entre trabalho pedagógico e dada concepção de formação permite verificar a dicotomia entre teoria e prática como principal contradição do processo qualificação-desqualificação da formação. Acrescentam-se as relações entre trabalho coletivo e individual, alienação e "desalienação" e as de autodeterminação como contradições tanto em licenciaturas, em toda a universidade, como em movimentos sociais organizados, o campo da ação pedagógica para a formação dos universitários. Reconhece, enfim, com base na dinâmica do real e no movimento do capital que acentua suas contradições históricas, que a resistência e a prática qualificada pressupõem suas referências no projeto histórico para além do capital, na formação política, na consciência de classe, na organização revolucionária

Topics: Formação de professores, Educação física, Articulação curricular, Trabalho pedagógico, Práxis social, Ciências humanas, Teachers? upbringing, Social praxis, Pedagogical work, Curricular articulation, Physical education
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Educação da UFBA
Year: 2004
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFBA:oai:192.168.11:11:ri/10478
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.