Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

O trabalho da enfermeira na atenção básica: uma revisão sistemática

By Aline Soares de Lima

Abstract

Trata-se de um estudo de revisão sistemática para caracterizar o estado da arte na produção do conhecimento sobre o trabalho da enfermeira na atenção básica à saúde. Para tanto, sintetizamos o conhecimento produzido sobre o trabalho da enfermeira através da identificação, seleção e avaliação crítica de estudos científicos contidos em bases de dados eletrônicas, mediante a combinação de descritores. Adotamos como critérios para escolha dos artigos aqueles publicados em periódicos nacionais e internacionais relativos ao trabalho da enfermeira na atenção básica no período de 2000 a 2009; contendo resumo; escritos em língua portuguesa, inglesa ou espanhola; em formato completo; disponíveis online ou em bibliotecas locais, como as da Universidade Federal da Bahia e da Universidade Estadual de Feira de Santana. A seleção dos artigos se fez inicialmente através da leitura do título e do resumo. Assim, foram validados aqueles artigos considerados adequados e excluídos os repetidos entre as diferentes bases de dados pesquisadas ou que não retratavam, especificamente, o tema em estudo. A amostra final foi constituída por 68 artigos, sendo 55 nacionais e 13 internacionais. Os resultados evidenciam aspectos como o aumento de publicações ao longo da década adotada como parâmetro para o estudo; um maior índice de enfermeiras ocupando postos de trabalho não apenas no Brasil, mas também em outros países do mundo; o pouco tempo de permanência destas profissionais nos cargos que ocupam; e o aumento da busca por capacitação, através de cursos de especialização. Em relação ao trabalho da enfermeira, os artigos indicam práticas não comprometidas com os pressupostos estabelecidos pela Atenção Básica no Brasil, caracterizadas como ações desarticuladas, fragmentadas, superficiais e limitadas ao atendimento à demanda espontânea e com características predominantemente preventivistas. Alguns achados revelam uma falta de especificidade do trabalho, outros ponderam que esta especificidade se revela através da consulta de enfermagem e supervisão do processo de trabalho dos auxiliares e técnicos de enfermagem, e outros afirmam a falta de um consenso entre as profissionais do que seria ou não próprio/específico à prática profissional. Em relação ao valor social e econômico do trabalho, os artigos identificam-no como atribuição de valor intrínseco à falta de especificidade profissional e baixa remuneração salarial, sem maiores aprofundamentos. As condições de trabalho demonstram que a falta de articulação nas ações é um fator que causa estresse, sobrecarga e cansaço às enfermeiras, prejudicando sua saúde física e emocional. Quanto aos vínculos de trabalho das enfermeiras predominam os contratos precários, favorecendo a pouca vinculação e baixa responsabilização das trabalhadoras com os serviços onde atuam e com os seus usuários. Assim, apesar das limitações, esse estudo contribui para a divulgação do conhecimento, fornecendo subsídios para a construção de novos temas de pesquisa sobre o trabalho da enfermeira na Atenção Básica, além de revelar a necessidade de aprofundamento de tantos outros aspectos tratados de forma muito incipiente nos artigos revisados

Topics: Trabalho;, Enfermeira;, Atenção Básica;, Revisão Sistemática.
Year: 2013
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFBA:oai:192.168.11:11:ri/10249
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.