Location of Repository

Vivenciando o cuidado perioperatório de Enfermagem.

By Roseane Conceição Ribeiro de Oliveira

Abstract

Trata-se de estudo qualitativo, tendo como objeto as vivências de cuidar/cuidado perioperatório de pacientes de cirurgias gerais eletivas. Objetivou compreender como os pacientes no perioperatório de cirurgias gerais eletivas vivenciam o cuidar/cuidado de enfermagem. Os sujeitos foram 12 colaboradores em 04 unidades cirúrgicas de um hospital público de Salvador-Bahia em 2005. As informações foram levantadas usando-se a técnica da história oral de vida, seguindo-se um roteiro de entrevista semi-estruturada. O processo de análise utilizado, tendo por referencial o cuidar e o cuidado de enfermagem, foi a análise temática de Minayo. Emergiram duas categorias temáticas: Vivências perioperatórias de cuidados de enfermagem por pacientes submetidos a cirurgias gerais eletivas constituída das seguintes subcategorias: a) Externando sentimentos negativos na experiência cirúrgica geral eletiva; b) Externando o cuidado sistematizado na experiência cirúrgica geral eletiva; Significados de cuidar e de cuidados de enfermagem por pacientes que vivenciaram o perioperatório de cirurgias gerais eletivas com as subcategorias: a) Cuidado é implementação de procedimentos pré-operatórios e cuidados pós-operatórios; b) O cuidar e o cuidado se estabelecem nas relações entre paciente e equipe de enfermagem; c) O cuidar e o cuidado significam comunicar-se; e d) Reconhecendo aspectos éticos do cuidar e do cuidado perioperatório. Os resultados apontam para o reconhecimento de que o processo de cuidar envolve a soma de cuidados técnicos bio-psico-afetivos. Conclui-se que, em relação à SAEP, a admissão está implantada no Centro Cirúrgico; a enfermagem está preocupada com a redefinição de seus papéis no cuidar/cuidado; os colaboradores reconhecem que há necessidade de se perceberem prioridades diante de aspectos negativos do cuidar/cuidado. Para o paciente, estar na condição de perioperatório significa vivenciar sentimentos de medo, apreensão e incertezas. Há valorização da comunicação, relação cuidativa e presença dos componentes da equipe de enfermagem nesse processo. Os princípios de responsabilidade, beneficência, não maleficência, autonomia e liberdade permeiam a vivência do cuidar/cuidado no perioperatório

Topics: Enfermagem;, Cuidar/cuidado;, Perioperatório, História oral;, Pesquisa qualitativa.
Year: 2013
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFBA:oai:192.168.11:11:ri/10247
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.