Location of Repository

Quanto mais faço, mais erro? Um estudo sobre a associação entre prática de Controladoria, Cognição e Heurísticas

By Raimundo Nonato Lima Filho

Abstract

159f. il.Esta pesquisa mediu possíveis correlações entre o processo orçamentário e a existência de vieses cognitivos em decisões que envolvem cenários com informações contábeis e financeiras, comparando-se a presença de heurísticas com o nível de cognição. Os resultados encontrados foram obtidos a partir da aplicação do teste Need for Cognition. Alem disso, enfatiza-se que o processo orçamentário tem sido objeto de pesquisas e estudos por outras áreas do conhecimento. Nessa perspectiva, o presente trabalho é resultado de discussões e interlocuções realizadas no Programa de Mestrado em Contabilidade da UFBA buscando-se a estruturação e consolidação de pesquisas voltadas para a Contabilidade Comportamental. Verifica-se que esta área do conhecimento tem se fortalecido do ponto de vista da produção do conhecimento que visam buscar, cada vez mais, uma interface com outras ciências como a Psicologia, a Economia e Administração. Para isso foram construídos três blocos de pesquisa com situações que envolviam alguns conceitos relevantes para este estudo: nível de cognição, heurísticas e práticas de Controladoria. A construção desses cenários visou observar a ocorrência de três heurísticas abordadas nesta dissertação: ancoragem, representatividade e disponibilidade de instâncias, observando o quanto as variáveis independentes deste estudo explicavam a ocorrência destes fenômenos, em um único contexto: a presença de Heurísticas. Sendo para isso destacadas as seguintes variáveis: nível de cognição, envolvimento com práticas orçamentárias e covariáveis: gênero, idade e formação. Os resultados encontrados confirmaram a ocorrência de heurísticas nos indivíduos envolvidos com práticas orçamentárias, corroborando os achados da Teoria dos Prospectos. Quanto mais um indivíduo faz, mais ele pode errar, já que atalhos mentais podem conduzir ao erro. Corroborou-se também que o baixo nível de cognição está diretamente ligado à presença de heurísticas, já em relação às covariáveis gênero, idade e formação, somente esta primeira covariável influenciou significativamente na presença de heurísticas

Topics: Heurísticas, Cognição, Práticas orçamentárias, Controladoria
Year: 2010
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFBA:oai:192.168.11:11:ri/8457
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.