Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Arq. Bras. Oftalmol.

By Alexandre Kazuo Misawa, Hisashi Suzuki, Otacílio de Oliveira Maia Júnior, Maria Teresa Brizzi Chizzotti Bonanomi and Carlos Sérgio Nascimento de Melo

Abstract

p.729-733A hiperhomocisteinemia é fator de risco para fenômenos trombo-embólicos retinianos associados a quadro de oclusão vascular venosa e arterial. Descrevemos um paciente com obstrução arterial retiniana periférica, sem sinais de vasculite ativa, associada a proliferação de neovasos com tração vítreo-retiniana e hemorragia vítrea recidivante. O alto nível sérico de homocisteína decorrente de deficiência de vitamina B12 e ácido fólico, sem outras alterações na cascata da coagulação, inclusive com a pesquisa do fator V de Leiden, sugere que a hiper-homocisteinemia esteja diretamente ligada como fator causal deste quadro clínico. Embora apresentasse PPD elevado, o diagnóstico diferencial mais importante de doença de Eales foi menos considerado por ser diagnóstico de exclusão. O controle do quadro clínico foi feito com suplemento de vitaminas (B12 e ácido fólico) e fotocoagulação retiniana periférica. A homocisteína plasmática total deve ser dosada em pacientes com obstrução vascular retiniana, já que a hiperhomocisteinemia é fator de risco modificável e de fácil tratamento por meio de dieta ou suplementação vitamínica

Topics: Artéria retiniana/anormalidades, Oclusão da artéria retiniana, Homocisteína/sangue, Vasculite retiniana/etiologia, Vasos retinianos
Publisher: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Year: 2008
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFBA:oai:192.168.11:11:ri/6020
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.