Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Cadernos de Saúde Pública

By Ana Marlúcia Oliveira Assis, Leonor Maria Pacheco Santos, Matildes da Silva Prado, Maísa Cruz Martins and Maurício Lima Barreto

Abstract

p.51-57Um estudo de seguimento foi desenvolvido em duas localidades do semi-árido do estado da Bahia, Nordeste do Brasil, com o objetivo de identificar a ocorrência e a natureza de possíveis efeitos adversos agudos em conseqüência da suplementação com megadoses de vitamina A (100.000 e 200.000 UI) oferecida junto com imunização em massa, a crianças de seis a 59 meses de idade. A amostra do estudo foi composta por 852 crianças; 416 do município de Teofilândia integraram o grupo que recebeu a vitamina A com as vacinas e 436 crianças de Santa Bárbara foram incluídas no grupo que recebeu somente a vacina. Nas 24 horas que antecederam a vacinação, as crianças dos dois grupos referiram similar freqüência de diarréia, febre e vômito; a anorexia foi mais prevalente em Teofilândia e persistiu durante todo o período de seguimento. Os resultados sugerem que nenhum efeito adverso agudo, em especial diarréia, vômito, febre ou anorexia, esteve associado à ingestão da vitamina A combinada à vacinação em massa, particularmente à Sabin, DPT e anti-sarampo

Topics: Vitamina A, Suplementação Alimentar, Programas de Vacinação, Supplementary Feeding, Immunization Program
Publisher: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Year: 2000
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFBA:oai:192.168.11:11:ri/3695
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.