Location of Repository

Crises oculógiras e síndrome parkinsoniana

By José Geraldo Camargo Lima, Pedro Camilo A. Pimentel, Ademir Baptista da Silva and João Antonio M. Nobrega

Abstract

Foram estudados 20 pacientes com síndrome parkinsoniana e crises oculógiras. Essa cifra, no cômputo geral de pacientes parkinsonianos estudados (111), mostra uma freqüência de 18%. Dos 20 pacientes citados, 14 eram do sexo masculino e 6 do feminino. As idades de início da síndrome parkinsoniana variaram entre 10 e 40 anos. Em apenas um paciente as crises oculógiras foram o sinal clínico inicial. Em 83% dos casos a direção foi vertical para cima. O déficit de convergência e a diplopia foram os sinais oculares associados mais freqüentes. Não houve diferença de incidência das crises oculógiras nas formas parkinsonianas uni ou bilaterais. A etiologia mais encontrada foi a encefalítica

Topics: Neurosciences. Biological psychiatry. Neuropsychiatry, RC321-571
Publisher: Academia Brasileira de Neurologia (ABNEURO)
Year: 1972
DOI identifier: 10.1590/S0004-282X1972000400007
OAI identifier: oai:doaj.org/article:e1ff4ccae2604d168429e8a310ce2163
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1678-4227 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/e1ff4... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.