Location of Repository

Paulo Freire: da denúncia da educação bancária ao anúncio de uma pedagogia libertadora

By Miriam Furlan Brighente and Peri Mesquida

Abstract

Resumo Este artigo procura identificar o sentido da denúncia da educação bancária, realizada por Paulo Freire, e apontar suas implicações para o anúncio de uma educação libertadora sobre o corpo dos educadores. A partir das obras do educador, busca-se discutir, num primeiro momento, a denúncia da educação bancária, e, num segundo momento, o anúncio de uma pedagogia libertadora freireana: problematizadora e conscientizadora. Para a análise interpretativa dos dados, lançou-se mão da hermenêutica como metodologia de pesquisa em Educação. Como resultado, verificou-se que, quando Freire faz o anúncio de uma pedagogia libertadora, ele não está apenas propondo outra realidade possível, mas, também, está fazendo a denúncia de uma educação opressora, vista como uma negação do corpo na prática pedagógica. Por fim, uma educação libertadora só se efetivará quando o educador/educando oprimido se conscientizar, reconhecendo o opressor hospedado no seu corpo. Será o educador/educando livre, portanto, a partir da práxis e da humanização de si e dos outros

Topics: educação bancária, negação do corpo, Pedagogia Libertadora, educação de educadores., Education (General), L7-991
Publisher: Universidade Estadual de Campinas
Year: 2016
DOI identifier: 10.1590/0103-7307201607909
OAI identifier: oai:doaj.org/article:d7bf3cc62f7240f8860c1ade08adbe06
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1980-6248 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/d7bf3... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.