Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

A produção de serviços de saúde mental: a concepção de trabalhadores

By Célia Maria Sivalli Campos and Cássia Baldini Soares

Abstract

Este artigo trata da produção de serviços de saúde mental. O objetivo foi descrever as concepções de serviços de saúde mental de trabalhadores de diferentes serviços de saúde mental do município de São Paulo, que fizeram o curso de especialização em tecnologias em saúde mental. No âmbito hospitalar, ambulatorial e da unidade básica de saúde, a concepção de saúde-doença é multifatorial e centrada no indivíduo. Já no centro de atenção em saúde mental (CAPS), a concepção aproximou-se da teoria da determinação social. Quanto ao processo de trabalho, o objeto recortado foi predominantemente o indivíduo doente e até mesmo o sintoma da doença, distinguindo-se no CAPS uma concepção que relaciona o usuário à sua "rede social". O desafio é avançar o entendimento da concepção do processo saúde-doença e redefinir processos de trabalho, pautados no âmbito dos determinantes e não somente no dos resultados do processo saúde-doença

Topics: Produção de serviços de saúde, Modelo de atenção, Saúde mental, Saúde coletiva, Public aspects of medicine, RA1-1270
Publisher: Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
OAI identifier: oai:doaj.org/article:7194c1c32b1c432ab7549cd97be30f39
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1678-4561 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/7194c... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.