Location of Repository

Estratégias acústico-articulatórias empregadas por anglofalantes na pronúncia do tap alveolar no português brasileiro

By Cirineu Cecote Stein

Abstract

o aprendizado de uma língua estrangeira implica não apenas a aquisição de uma nova estrutura morfossintática e lexical, como também a de estratégias articulatórias necessárias à pronúncia das palavras dessa língua, especialmente nos casos em que não há coincidência entre o quadro fonêmico da L2 e o da L1. Este artigo focaliza algumas estratégias utilizadas por aprendizes anglofalantes do português brasileiro para a pronúncia da consoante tap alveolar [4], tanto em posição intervocálica quanto em posição de encontro consonantal, apresentando a fundamentação acústico-articulatória envolvida em cada uma delas. Como estratégias mais produtivas, identificaram-se os usos da consoante aproximante alveolar [£]; da qualidade lateral; de uma vogal epentética entre a consoante obstruinte e o tap alveolar, nos encontros consonantais; e de uma consoante vibrante alveolar [r]

Topics: Tap alveolar, vogal epentética, fonética acústico-articulatória, português como língua estrangeira, Language and Literature, P, Philology. Linguistics, P1-1091
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Year: 2011
OAI identifier: oai:doaj.org/article:e872faeaa2e1407f9d106f918b8362d9
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1980-5799 (external link)
  • http://www.seer.ufu.br/index.p... (external link)
  • https://doaj.org/article/e872f... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.