Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

A expansão do agronegócio no semiárido cearense e suas implicações para a saúde, o trabalho e o ambiente

By Marcelo José Monteiro Ferreira and Mário Martins Viana Júnior

Abstract

Desde 2008, o Brasil é o líder mundial em consumo de agrotóxicos. Em contrapartida, do ponto de vista da saúde pública, aumentam as taxas de intoxicação por agrotóxicos que, somente em 2012, superaram as nove mil notificações. O presente artigo tem como objetivo uma análise das transformações ocorridas nos modos de vida – e suas implicações para a saúde, o trabalho e o ambiente – decorrentes da introdução/expansão do agronegócio no semiárido cearense. Para tanto, adotamos como metodologia a Pesquisa-ação. Como método, utilizamos a Cartografia Social e a entrevista não estruturada como técnica. A análise do material qualitativo deu-se por meio da Análise de Discurso. Por intermédio das oficinas, pudemos experimentar, na prática, o desenvolvimento da consciência coletiva dos sujeitos participantes da pesquisa. Ao problematizarem sua própria realidade, obtiveram maior profundidade sobre as transformações que incidem em seus territórios, decorrentes do agronegócio

Topics: Vulnerabilidad social, Exposición a riesgos ambientales, Plaguicidas, Asentamientos rurales, Participación comunitaria, Public aspects of medicine, RA1-1270
Publisher: Faculdade de Medicina de Botucatu (Unesp)
Year: 2016
DOI identifier: 10.1590/1807-57622015.0029
OAI identifier: oai:doaj.org/article:25d44af2edce49d187a3fdec35e5426e
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1807-5762 (external link)
  • http://www.scielosp.org/scielo... (external link)
  • https://doaj.org/article/25d44... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.