Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

As relações de poder em equipe multiprofissional de Saúde da Família segundo um modelo teórico arendtiano

By Hadelândia Milon de Oliveira, Rodrigo Otávio Moretti-Pires and Rosana Cristina Pereira Parente

Abstract

A Estratégia Saúde da Família (ESF) está fundamentada no trabalho em equipe, exigindo mudanças no processo de trabalho das Unidades de Saúde, distanciando-se do modelo centralizado na figura do médico. Este trabalho objetiva propor um modelo teórico de avaliação da relação de poder na equipe multiprofissional, com base nos trabalhos de Hannah Arendt. Baseando-se em análise de documentos legais da ESF e dos pressupostos arenditianos, estabeleceu-se um modelo teórico para avaliação da ESF, utilizando-se a abordagem qualitativa com enfoque hermenêutico-dialético. Para testar o modelo, aplicaram-se grupos focais com as equipes de saúde e entrevistas individuais no município de Manacapuru - interior do Estado do Amazonas. Os resultados mostram que cada profissional exerce sua função de forma isolada, não compartilhada; a política da gestão municipal é limitadora do trabalho coletivo, não governando com liderança, mas se configurando como tirania na perspectiva arendtiana, trazendo descrédito à ESF

Topics: Poder, Salud de la familia, Equipo de atención al paciente, Grupo focal, Public aspects of medicine, RA1-1270
Publisher: Faculdade de Medicina de Botucatu (Unesp)
Year: 2011
DOI identifier: 10.1590/S1414-32832011000200017
OAI identifier: oai:doaj.org/article:07a7c3da45ff40a5a29e51ef31c594ab
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1807-5762 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/07a7c... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.