Location of Repository

<b> Duas Décadas de Consolidação da Paz: as Críticas ao Modelo das Nações Unidas </b> 10.5102/uri.v11i2.2621

By Teresa Almeida Cravo

Abstract

Definida como a nova prioridade da ONU em 1992, a consolidação da paz procurou responder ao desafio de um número crescente de guerras civis particularmente violentas e tornou-se, desde então, numa das mais visíveis e exigentes áreas de atuação da organização. O empenho na promoção ativa da resolução desses conflitos foi, no entanto, revelando graves debilidades e não impediu evidentes fracassos. Nestas duas décadas, o chamado paradigma da paz liberal tem vindo a sofrer críticas contundentes e é atualmente alvo de um ceticismo generalizado. Este artigo explora algumas dessas críticas apontadas ao modelo vigente, argumentando que, apesar de certas alterações ao conceito e prática da consolidação da paz, os problemas mais acutilantes estão ainda por resolver, e as mudanças até agora introduzidas não chegam a pôr em causa os pressupostos culturais e ideológicos, assim como os interesses práticos do Norte Global, que subjazem à promoção da paz na periferia

Topics: consolidação da paz, ONU, paz liberal, críticas, International relations, JZ2-6530
Publisher: UniCEUB
Year: 2013
DOI identifier: 10.5102/uri.v11i2.2621
OAI identifier: oai:doaj.org/article:1b5d80ee16b542d0a81b4f6d0c3d91e0
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1982-0720 (external link)
  • https://doaj.org/toc/1807-2135 (external link)
  • http://www.publicacoes.uniceub... (external link)
  • https://doaj.org/article/1b5d8... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.