research

Cognição e criatividade na investigação em história da matemática: contribuições para a educação matemática

Abstract

Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/view/37942Neste artigo analiso como a investigação histórica das ideias matemáticas pode evidenciar a criatividade como um acionador do processo de cognição matemática e suas implicações na aprendizagem matemática escolar. Argumento que essa criação pressupõe agregar novos conceitos aos estudos de velhos problemas, originando um novo conhecimento matemático. Assim, a história da matemática mostra como diversos matemáticos reuniram um conjunto de habilidades cognitivas para reinventar princípios matemáticos, ampliar explicações sobre temas desafiadores anteriormente, estudados, caracterizando uma habilidade mental e atitudinal útil para uma abordagem construtiva em matemática e educação matemática. Nesse sentido, os trabalhos de Arquimedes, Galileu, Descartes, Newton, Leibniz e outros matemáticos, trazem em suas obras, comprovações de que o exercício criativo da cognição matemática originou elaborações de extrema relevância para definirmos o contorno dos desafios que levaram à produção de saberes matemáticos atualmente abordados no ensino fundamental, médio e superior

Similar works

This paper was published in Repositório Institucional da UFSC.

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.