Article thumbnail
Location of Repository

Luta pela terra, criminalização dos movimentos sociais (do campo) e educação

By Adelaide Ferreira Coutinho, Raquel Susana Lobato Muniz and Rita de Cássia Gomes Nascimento

Abstract

O artigo que se apresenta tem duas finalidades: a primeira, denunciar que a criminalização dos movimentos sociais não se limita a questão agrária, isoladamente, mas se faz, também, pelas demais políticas públicas, particularmente a política educacional, num amplo processo que vai do fechamento de escolas, ao controle ideológico de projetos e parcerias à precarização da oferta de educação, em todos os níveis e modalidades. Segundo, trazer uma reflexão crítica sobre a Educação do Campo e sua relação com os movimentos sociais. Convém ressaltar, que esse trabalho se assenta sobre o terreno teórico-metodológico que entende ser necessário se contrapor a movimentos/concepções/tendências teóricas que tendem a fragmentar a totalidade social em análises milimetricamente “recortadas” da realidade, perdendo de vista a centralidade do trabalho, da história e da luta de classes para o desvelamento das contradições que se operam no interior da sociedade capitalista e que podem fazer mover a “roda da história” em outro sentido

Topics: Movimentos Sociais; Educação; Criminalização
Publisher: Revista Aurora
Year: 2012
OAI identifier: oai:clacso:br/br-050:article2363oai
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://biblioteca.clacso.edu.a... (external link)
  • http://www2.marilia.unesp.br/r... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.