Article thumbnail

Influência do compromisso organizacional e engagement no bem-estar e motivação dos oficiais e sargentos dos quadros permanentes do Exército Português

By VITOR CARLOS SANTOS SOUSA

Abstract

O presente relatório científico, subordinado ao tema “Influência do compromisso organizacional e engagement no bem-estar e motivação dos oficiais e sargentos dos quadros permanentes do Exército Português” tem como objetivo geral, caracterizar a influência que o compromisso organizacional e o engagement têm na motivação e no bem-estar dos oficiais e sargentos dos quadros permanentes do Exército Português. Quanto à metodologia utilizada, recorreu-se a uma estratégia de investigação quantitativa, tendo este estudo um caráter exploratório, baseado no raciocínio hipotéticodedutivo, ou seja, foram levantadas hipóteses de investigação à pergunta de partida, sendo de seguida formuladas as perguntas derivadas. A amostra é constituída por 294 oficiais e 215 sargentos dos quadros permanentes do Exército Português. As respostas foram dadas através de um questionário on-line. Os resultados obtidos permitiram verificar médias superiores nos valores das variáveis, compromisso organizacional, engagement, motivação e bem-estar na amostra de oficiais. Aferiram-se correlações positivas entre todas as variáveis, sendo estas mais significativas para os sargentos. Foi também verificado que as variáveis independentes compromisso organizacional, engagement e motivação são preditoras do bem-estar em ambas as categorias, bem como a idade nos sargentos. Quanto à variável dependente motivação, mostraram-se preditoras da mesma, o compromisso organizacional, o engagement e o bem-estar em ambas as categorias, além do estado civil, nos sargentos. Este estudo permitiu concluir que os oficiais e sargentos dos quadros permanentes do Exército Português apresentam níveis de motivação e bem-estar na instituição acima da média. Concluiu-se também que a correlação entre o engagement e a motivação foi a que obteve valores mais elevados, sendo que as instituições militares devem apostar no aumento dos níveis de engagement, para que os militares se sintam mais motivados. Salienta-se que a variável independente motivação, se revelou o maior preditor de bem-estar, bem como o engagement o maior preditor da motivação. Desta forma, deve-se investir no aumento dos níveis de motivação e de engagement, tal como referido anteriormente

Topics: Compromisso organizacional, engagement, motivação, Exército Português., Domínio/Área Científica
Year: 2020
OAI identifier: oai:comum.rcaap.pt:10400.26/33648
Provided by: Repositório Comum
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://hdl.handle.net/10400.26... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.