unknown

Aspectos da ecologia reprodutiva de Syagrus flexuosa Mart. Becc. : sucesso reprodutivo e persistência em áreas de cerrado na região do DF

Abstract

Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, 2008.Este trabalho teve como objetivo estudar alguns aspectos relacionados com a reprodução e a persistência de Syagrus flexuosa, uma palmeira clonal encontrada em abundância em áreas de cerrado na região do DF. Foram abordados especificamente os temas de fenologia reprodutiva e sucesso reprodutivo de um conjunto de seis amostras localizadas na Fazenda Água Limpa (quatro parcelas) e na Reserva Ecológica do IBGE (duas parcelas) durante um período de 16 meses, entre setembro de 2006 e dezembro de 2007. Ambas as áreas experimentais estão situadas no Distrito Federal, a cerca de 30 km do Campus Universitário Darcy Ribeiro da UnB. Adicionalmente, verificou-se o efeito do fogo sobre estes aspectos, e ainda sobre a atividade de rebrota vegetativa dos indivíduos; através da comparação entre os resultados obtidos em parcela experimental submetida a queima bienal e em parcelas não-queimadas. Os resultados indicaram um padrão fenológico de agregação das fenofases reprodutivas de S. flexuosa. O processo completa dura aproximadamente um ano, sendo que a floração ocorre próxima ao auge do período chuvoso e a dispersão de frutos ocorre durante a transição entre os períodos seco e chuvoso. O fogo não exerceu efeito significativo sobre a fenologia dos indivíduos. Baixos valores de sucesso reprodutivo (cerca de 11%) foram verificados, assim como a ocorrência de altas taxas de abortamento de frutos e predação de sementes. Do total de frutos iniciados, 42% foram abortados e 28 tiveram as suas sementes predadas pelas larvas de Pachymerus sp. O fogo exerceu um efeito significativo sobre o sucesso reprodutivo dos indivíduos, que foi superior na área queimada, comparativamente às demais áreas experimentais. Tal efeito é explicado pela observação de taxas de predação significativamente inferiores na área queimada, em comparação com as demais. Finalmente, foi possível observar que a atividade de rebrota vegetativa dos indivíduos é influenciada de forma positiva pela passagem do fogo, pois se observou um aumento significativo do número de rebrotas vegetativas por indivíduo após a queima. Juntos, estes resultados indicam que S. flexuosa aparenta ser uma espécie bem adaptada ao regime de fogo comum na região do cerrado brasileiro. Esta palmeira clonal apresenta o potencial de se beneficiar da ocorrência de queima, pelo menos em curto prazo; através da estimulação da atividade de rebrota dos indivíduos e ainda da diminuição da predação de suas sementes. Os efeitos em longo prazo de um regime de queima freqüente sobre a reprodução e a persistência da espécie permanecem ainda desconhecidos. _________________________________________________________________________________ ABSTRACTThe objective of this study was to evaluate aspects related to reproduction and persistence of Syagrus flexuosa Mart. Becc., an abundant clonal palm in the cerrados near Brasília, DF. Specifically the reproductive phenology and reproductive success were studied during a 16 month period, from September 2006 through December 2007, in six plots located on the Fazenda Água Limpa (four plots) and the Reserva Ecológica of IBGE (two plots). Both areas are located in the Federal District of Brazil approximately 30 km from the campus of the University of Brasilia. The effect of fire on these aspects was also studied along with the resprouting capacity of the individuals through a comparison of results obtained in an experimentally burned plot and a control plot on the Reserva Ecológica do IBGE. The results showed an aggregated phenological pattern for all reproductive phenophases of S. flexuosa. The entire process lasts approximately one year with the height of the flowering period at the peak of the rainy season and dispersal of the ripe fruits during the transition between the dry and rainy seasons. Fire did not have a significant effect on the phonological pattern. Reproductive success was considered low (around 11%) with a high percentage of fruit abortion and predation. From the total number of initiated fruits, 42% were aborted and 28% were predated by larva of Pachymerus sp. Fire had a significant effect on reproductive success that was higher in the burnt plot compared with the unburnt plots. This effect may be explained by the fact that seed predation in the burnt plot was significantly lower than in the other plots. Finally, it was possible to observe that vegetative resprouting was positively influenced by fire since the number of resprouts per individual in the burnt plot was significantly higher than in the unburnt plot. Overall, these results indicate that S. flexuosa is adapted to the fire regime of this area. This clonal palm has the potential to benefit from the passage of a fire, at least in the short term, through stimulus of resprouting and reduction in seed predation, however, the long term effects of fire on reproduction and persistence of this species are still unknown

Similar works

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.