oaioai:ojs.pkp.sfu.ca:article/467

Misturas e fraturas do trabalho: do poder diretivo à concepção do trabalho como necessidade

Abstract

Entre os antigos romanos, tripalium era o como a uma máquina de bater o trigo e a uma espécie de arado. E essa dualidade se fez presente no próprio ato de trabalhar, que para uns pode ser apenas dor, para outros só prazer, e para quase todos prazer e dor. Ao longo dos tempos, o Direito do Trabalho vem tentando dosar melhor essa mistura, quase sempre em beneficio do empregado, mas até hoje se preocupou mais com o aspecto econômico que com o humano ou sensível. Dai a necessidade de sua repersonalização, a fim de que a liberdade não esconda uma real necessidade

Similar works

Full text

thumbnail-image

Revista Brasileira de Estudos Políticos

Provided a free PDF
oaioai:ojs.pkp.sfu.ca:article/467Last time updated on 7/30/2020View original full text link

This paper was published in Revista Brasileira de Estudos Políticos.

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.