‘Uma festa de Luluzinha’ : análise do teatro político e da liberdade sexual feminina por meio da peça teatral “Homem não entra” (1974-1983)

Abstract

Trabalho de Conclusão de Curso (graduação)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, 2019.O presente trabalho estará inserido no papel desempenhado pelo teatro durante o regime militar. Para isso, será utilizada a peça Homem não entra (1974-1983), cujo título é autoexplicativo, sendo ela destinada ao público exclusivamente feminino. A peça em questão foi produzida, encenada, dirigida e organizada por mulheres, bem como foram elas responsáveis pela sonoplastia do espetáculo. O trabalho tem por objetivo analisar de forma crítica a peça e buscar o entendimento da mensagem que as autoras propuseram com a ênfase na temática da sexualidade da mulher brasileira à época. Além disso, o respectivo trabalho lançou luz ao modo com o qual a censura tratava as peças teatrais, tomando-se como exemplo a relação conflituosa que as autoras de “Homem não entra” tiveram com o aparelho do censor.The present work will be part of the role played by the theater during the military regime. For that, the piece man does not enter (1974-1983), whose title is self-explanatory, will be used, being intended for the exclusively female audience. The piece in question was produced, staged, directed and organized by women, as well as they were responsible for the sound design of the show. The objective of this study is to critically analyze the piece and seek the understanding of the message that the authors proposed with the emphasis on the theme of Brazilian women 's sexuality at the time. In addition, their work shed light on the way in which censorship treated the plays, taking as an example the conflicting relationship that the authors of "Man does not enter" had with the censor's apparatus

Similar works

This paper was published in Biblioteca Digital de Monografias.

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.